A única espécie que sabe disso

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.


A Terra tem 4,5 bilhões de anos.

Os primeiros sinais de vida (microscópica) em nosso planeta datam de 3,8 bilhões de anos.

O que consideramos animais, identificáveis como tal, habitavam o mar durante o período Cambriano, há pouco mais de 500 milhões de anos (talvez mesmo no Vendiano).

Os mamíferos se difundiram e evoluíram amplamente após a extinção da megafauna do Cretáceo (tempo dos dinossauros, como vulgarmente dizemos), há 65 milhões de anos.

Nosso ancestral comum com os chimpanzés localiza-se perto de 5 milhões de anos atrás (é muito tempo!).

O Homo habilis tem cerca de 2 milhões de anos, e o Homo sapiens, como espécie distinta, tem algo em torno de 200 mil anos.

 

Atualmente, há mais de 1 milhão de espécies catalogadas, sendo as campeãs pertencentes ao filo dos artrópodes (predominantemente insetos).

Os mamíferos somam 5.500 espécies, desde um minúsculo roedor até a magnífica baleia-azul.

Não há nenhuma dúvida de que a diversidade da vida é resultante de um código genético comum: todos os seres vivos compartilham o DNA. Todos descendem de ancestrais comuns.

 

A nossa espécie é a única que sabe disso.

 

 

Postado por Perce Polegatto


Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.

A única espécie que sabe disso, 10.0 out of 10 based on 1 rating

Autor(es):

Perce Polegatto

Nascido em Ribeirão Preto, SP. Publicou seu primeiro livro em 1985, “A canção de pedra”, que traz alguns de seus primeiros trabalhos, ainda sob forte influência do romantismo tardio de autores alemães e franceses. A metalinguagem, a busca da identidade humana e o questionamento existencial são algumas das principais marcas de seus textos. É autor de “A conspiração dos felizes”, “A seta de Verena”, “Lisette Maris em seu endereço de inverno” e “Os últimos dias de agosto”, romance recentemente reeditado pela All Print Editora, São Paulo.

Todas as postagens do(a) autor(a)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

ChatClick here to chat!+