Profecias?

Posted by on fev 13, 2015 in Artigos, Ateísmo, Ceticismo, Leitores | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 1.0/10 (1 vote cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores. Que dizer de inúmeras profecias que parecem ter se cumprido?   Quando eu cursava o Ensino Médio, um professor de inglês, que era padre, citou o bombardeio de Berlim ao final da Segunda Guerra lembrando que estava escrito que não ficaria “pedra sobre pedra.” Isso me impressionou, na época. Me parecia algo solene e verdadeiro, embora me decepcionasse, pois no fundo eu não queria acreditar que o futuro estivesse pronto e que todas as minhas ações durante a vida seriam inúteis. Por algum tempo aceitei contrariado essa ideia de que não podemos decidir nada, o que para um adolescente é muito chato, imagine… Só mais tarde entendi melhor essa fraude.   Vou começar de novo.   Que dizer de inúmeras profecias que parecem ter se cumprido?   Ou não necessariamente, pois delineavam de maneira muito vaga um evento qualquer, chamando a um líder “Príncipe do Norte” ou utilizando-se de palavras genéricas como “discórdia”, “conflito”, “irmão contra irmão”, além, é claro, de expressões como “pedra sobre pedra”, que sempre podem ser aplicadas ao resultado de um terremoto ou a bombardeio, e praticamente não significam nada. Nunca há uma informação precisa, é sempre algo […]

Read More

Superstições: irracionalidade pura

Posted by on fev 13, 2015 in Artigos, Ceticismo | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Superstições estão associadas à suposição de que alguma “força sobrenatural” age para promover uma suposta “causalidade”. Em outras palavras, superstições são a crença de que tudo que acontece na vida, tanto de bom quanto de mal, tem uma causa sobrenatural, muitas vezes devido a alguma deidade. Assim, superstições não têm fundamentação, não podem ser verificadas de qualquer forma e nem demonstradas de forma racional. Elas normalmente são tradições populares e estão relacionadas com o pensamento mágico. O supersticioso acredita que certas ações (voluntárias ou não) tais como rezas, curas, conjuros, feitiços, maldições ou outros rituais, podem influenciar de alguma maneira a sua vida. Pseudociências também são superstições ou, ao menos, são baseadas em superstições. Isso porque, da mesma forma, não têm qualquer embasamento racional ou científico. Um exemplo clássico disso é a homeopatia, que é a crença de que o “semelhante se cura pelo semelhante”, ou seja, o tratamento se daria a partir da diluição (quase infinita) e dinamização (através da movimentação ou agitação) da mesma substância que produz o sintoma num indivíduo saudável. Quer dizer, se você tem alergia a pelos, seu “medicamento” deveria ter pelos como “princípio ativo”. (A homeopatia não é uma pseudociência apenas por isso: todos os […]

Read More

Horóscopo infiel

Posted by on fev 7, 2015 in Artigos, Ceticismo, Leitores | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores. Por curiosidade, perguntei a uma colega que acredita em astrologia se ela achava que as 285.000 vítimas do tsunami da Indonésia tinham o mesmo signo. Ela ficou meio irritada comigo, eu percebi. Para mim, o horóscopo teria obrigação de dar ao menos um sinal para toda aquela gente, de que seria um dia sombrio na vida delas. No mínimo. Por exemplo: “Afaste-se do litoral. Não é um bom dia para ir à praia. Prefira outro tipo de lazer longe do mar. Dia propício para conhecer um novo amor…” (etc.) O resto poderia ser a bobageira de sempre.     Postado por Perce Polegatto Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.

Read More

Dois exemplos rotineiros de arrogância.

Posted by on fev 7, 2015 in Artigos, Ceticismo, Leitores | 1 comment

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (3 votes cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores. 1. Evento evangélico aqui na vizinhança, música etc. O pastor fala ao microfone que, independente da religião de qualquer pessoa, só Jesus salva e é o caminho certo para Deus. Portanto, repetindo, para não deixar dúvidas: não importa a sua religião, só Jesus salva. (Demonstração de arrogância clássica num país de maioria cristã.)   2. Final de uma reunião de início de ano numa escola em que trabalhei. Um dos professores pediu que nos déssemos as mãos, formando um círculo, discursinho desejando um bom ano a todos, em seguida disse algo assim: “Respeitando a religião e as diferenças religiosas de cada um de nossos colegas aqui, vamos agora rezar a oração que o mestre nos ensinou.” Segue o velho e carcomido Pai-Nosso. (Demonstração de arrogância não-intencional num ambiente de trabalho.)   Mas e se alguém dissesse: “Ei, espere aí, meu mestre é outro, eu sou budista, meu mestre é Sidartha Gautama.” Como ficaria?   Sim, eu fico surpreso com essas coisas, sério mesmo. É totalmente inesperado. A contradição é muito gritante. Tenho vontade de perguntar ao cara: “Escute, você é louco? Jesus não é o meu mestre. Você não disse que me […]

Read More

A humanidade será extinta por uma pandemia?

Posted by on fev 6, 2015 in Artigos, Ceticismo, Ciência | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (2 votes cast)

Uma pandemia é uma epidemia de doença infecciosa, normalmente grave e até letal, que se espalha numa população, seja localizada em uma grande região geográfica (como um continente), seja no planeta como um todo. Entre os exemplos mais recentes temos o Ebola (gerado pelo ebolavírus), na África, e a “gripe suína” (Gripe A, gerada pelo vírus Influenza A H1N1), que começou no México (Março de 2009) e, depois, se espalhou pelo mundo. Outra possível (e futura) pandemia é a “gripe aviária” (gerada pelo vírus Influenza H5N1), que foi inicialmente identificada em 1900 na Itália e se espalhou pelo mundo. Hoje ocorre mais na Ásia. Contudo, essa gripe ainda não foi passada de humano para humano, apenas de aves para humanos. Cenários de pandemias, portanto, são bastante comuns. Elas, de fato, são plausíveis e realmente acontecem, como visto acima. E teóricos da conspiração (vide o canal History – que, acreditem, já foi infinitamente melhor) vivem especulando se a espécie humana poderia ser extinta por uma dessas pandemias – ou até por outra, causada por um “vírus ou bactéria extraterrestre”. Veja, a existência de vírus e bactérias extraterrestres, apesar de não ser o foco aqui, são plausíveis. A possibilidade de chegarem aqui até existe […]

Read More

Humildade?

Posted by on fev 4, 2015 in Artigos, Ceticismo | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.     Fico pensando se um clérigo muçulmano, um aiatolá, por exemplo, viesse ao Brasil, e em público abençoasse a todos em nome de Alá e de Maomé, mesmo aos que não creem no islamismo, se as pessoas aceitariam isso de bom grado. Colocar-se na posição de abençoar a todos em nome de seu deus, de seu ídolo e de sua religião (como se fosse determinado líder religioso o representante da verdade) é desconsiderar a opinião alheia, o pensamento alheio, independente de qualquer suposta aprovação dos que não compartilham de suas crenças e fantasias, nem mesmo considerando perguntar se o outro quer ou não a sua bênção. Isso, é claro, se chama arrogância.   Postado por Perce Polegatto   Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.  

Read More

Sem apostas

Posted by on fev 2, 2015 in Artigos, Ceticismo | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.     O crente me diz: “Faça uma oração, peça uma graça, o que é que custa? O que você tem a perder?” Mas para quem não crê, isso é tão inútil quanto pedir ajuda a um duende que mora na Lua.   Para quem não crê, não há 50% de chances de Iemanjá resgatar o barco. Nem 40% de chances de Maomé lhe designar um castigo. Nem 30% de chances de ser protegido pela Virgem Maria. Nem 20% de chances de conversar com Jesus. Nem 10% de chances de estar sendo vigiado por Jeová. Nem 5% de chances de pecar contra o Espírito Santo. Nem… nada.     Postado por Perce Polegatto   Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.  

Read More

Perdidos no deserto

Posted by on jan 30, 2015 in Artigos, Ceticismo, Leitores | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores. Os hebreus, depois de saírem do Egito, levaram 40 anos para chegar à terra prometida. Olhe no mapa. Do deserto do Sinai a Canaã (onde hoje fica Israel) são cerca de 300 km. Se eles percorressem 1 km por dia, teriam chegado em menos de um ano. (Mas é claro que é possível caminhar mais de 1 km por dia, mesmo com eventuais dificuldades. Por exemplo, 4 km por dia, e estariam lá em alguns meses.) 40 anos é muito tempo. Um bebê recém-nascido teria 40 anos de idade quando chegasse ao tal destino sagrado. Ou os hebreus se perderam feio (eles não conheciam astronomia, navegação…) ou Deus não estava por perto para ajudá-los ou os autores desses textos eram, digamos… um tanto exagerados.   Postado por Perce Polegatto   Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.  

Read More

Redenção

Posted by on jan 27, 2015 in Artigos, Ceticismo, Leitores | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.   O papa disse que os que são bons serão redimidos. Até os ateus.   Esse “até” soa estranho, mas não tem importância, não é esse o caso. Nem a arrogância do papa, colocando-se como dono da verdade. Não, também não é esse o caso, porque disso já sabemos há muito tempo, que os cristãos se consideram os donos da verdade, nenhuma novidade até aí.   O que fico pensando é o seguinte: como ele sabe disso? Se Deus decidir que os ateus não serão redimidos, como ele (o papa) vai ficar sabendo?   Postado por Perce Polegatto Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.

Read More

Seres míticos

Posted by on jan 27, 2015 in Artigos, Ceticismo, Leitores | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores. Quem acredita pode diferenciar personagens míticas umas das outras. “Claro que as fadas não existem, sei muito bem disso”, diz o crente, adulto e racional. E também é claro para ele que não se pode esfregar uma lâmpada de óleo e assistir à manifestação de um gênio mágico entre rolos de fumaça e clarões maravilhosos. Mas quando se fala que um anjo apareceu para Jacó ou para Abraão ou conversou com a Virgem…: “Não, não, espere aí, agora você está falando em outra coisa, veja bem…” Para quem acredita, há diferenças, sim, entre as personagens mitológicas e as entidades “reais” – estas, coincidentemente, sempre ativas em sua própria religião.   Para quem não crê, não funciona assim. Para quem não crê, não há essa diferença. É apenas uma coisa pela outra.   Postado por Perce Polegatto Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.

Read More

Psicanálise é pseudociência, é ilegal, é ineficaz e é antiética

Posted by on ago 16, 2014 in Artigos, Ceticismo | 13 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 6.5/10 (32 votes cast)

Por Percy Bysshe Shelley Traduzido por Douglas Rodrigues O status epistemológico da psicanálise é de uma pseudociência (não confunda com protociência ou ciência ruim), a maioria dos psicanalistas fogem do problema de como qualificar a sua prática, e oscilam entre afirmações (ou promessas) de sua cientificidade sem dar quaisquer argumentos; desqualificam a ciência, que é contrário aos seus métodos e seus princípios; criticam a “obsoleta” epistemologia que os exclui; ou justificam esta exclusão, argumentando, erroneamente, que as ciências sociais em geral não entram nos parâmetros atuais de cientificidade. Embora tal problema seja ignorado por boa parte dos psicanalistas, que por sinal acham sua prática gratificante, é um problema relevante para a Lei Nacional Nº 26.657 de Saúde Mental da Argentina, que garante: “C) O direito de receber cuidados com base em fundamentos científicos de princípios éticos.” E deixa claro, em sua implementação, de acordo com o decreto nacional 603/13: “C) A Autoridade de Aplicação deve determinar quais são as práticas que são baseadas em fundamentos científicos de princípios éticos. Todas aquelas que não forem fornecidas por estes meios estarão proibidas.” Outra maneira de evitar este problema, é dizer que o que importa é que a psicanálise funciona. As “provas” oferecidas […]

Read More

Da Origem de Determinados Argumentos Tolos – III

Posted by on jun 6, 2014 in Artigos, Ceticismo, Ciência, Filosofia | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (3 votes cast)

Decréscimo infinito ou o método de intersecções de Newton aplicado como falácia   Primeiramente, definamos o que seja um “decréscimo infinito”, ou, como considero mais bonito, um “descenso infinito”, como o chamam os castelhanos. Um descréscimo infinito é um tipo de demonstração por indução ao absurdo que aplica-se em demonstrações euclidiano-pitagóricas em Matemática. Complexo? Na verdade, é uma demonstração simples. faz-se uma construção tal que frações surjam, cada vez produzindo números menores, até o ponto que mostre-se que serão infinitamente produzidas, e como não se pode dividir eternamente um número, por maior que este seja, a demonstração surge desta contradição absurda. O que supomos no início como uma hipótese mostra-se uma impossibilidade que contradiz a própria hipótese que foi proposta. O exemplo mais clássico que conheço é a demonstração de que a raiz quadrada de 2 é um número irracional, ou seja, não seja representável por uma fração de números inteiros. Fiz uma demonstração destas para sustentar que PHI, o número da proporção áurea  (1,618…) é um número irracional. Scientia est Potentia – Mostre-me o universo II Repitamos aqui, com a clássica demonstração que atormentou os pitagóricos, ao ponto de a lenda dizer que isto que causou a morte de […]

Read More

Relíquias que (não) comprovam a existência de Jesus Cristo

Posted by on maio 5, 2014 in Artigos, Ceticismo, Ciência | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.0/10 (4 votes cast)

Diversos sites publicam supostas provas da existência de Jesus, mas será que essas provas são reais? Jesus Cristo existiu mesmo? Será que as diversas relíquias mostradas na web provam que Jesus tenha existido de fato? É fácil encontrarmos sites e blogs que publicam muitas teorias sobre achados antigos que comprovariam a existência física do Messias da Igreja Católica. Mas o que há de verdade nesses achados? Pensando nisso, separamos os principais objetos que comprovariam a existência do Jesus histórico e explicamos o que é verdadeiro e o que é falso: Aviso Estamos falando aqui nesse artigo sobre o Jesus histórico e não sobre o Jesus que é citado na Bíblia. Que fique bem claro que não estamos debatendo a Fé ou a Religião. Estamos apenas querendo mostrar que não se pode acreditar em tudo o que se lê nos sites e blogs por aí sem questionar a veracidade do que é apresentado. Tudo bem? Podemos prosseguir? Há vários séculos o homem tenta buscar alguma prova de que um homem chamado Jesus realmente tenha passado por Jerusalém 2000 anos atrás. Na web, encontramos algumas publicações de achados arqueológicos que seriam contemporâneos de Cristo, mas o quão verdadeiros são essas relíquias? Conheça […]

Read More

Estudo revela que profissão de pastor atrai psicopatas

Posted by on mar 20, 2014 in Artigos, Ateísmo, Ativismo, Ceticismo | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 6.8/10 (6 votes cast)

Uma das profissões que mais atraem psicopatas é a de pastor. Pelo menos, segundo os estudos do psicólogo Kevin Dutton, autor do livro “A Sabedoria dos Psicopatas: O que santos, espiões e assassinos em série podem nos ensinar sobre o sucesso“. Dutton conta que psicopatas nem sempre são pessoas conturbadas como muitos acreditam. “Quando psicólogos falam sobre o termo psicopatia, eles se referem às pessoas que têm um conjunto distinto de características de personalidade, que incluem itens como destemor, crueldade, capacidade de persuasão e falta de consciência e empatia”. Geralmente, os psicopatas são dotados de charme, simpatia, carisma, capazes de impressionar e cativar qualquer pessoa com invejável destreza. Ninguém imagina que por trás de seu jeito educado, inofensivo e gentil se esconde alguém desprovido de consciência, capaz de atitudes cruéis e desumanas. Um pastor psicopata assume uma personagem performática quando sobe ao púlpito. É capaz de encenar os papéis mais dramáticos como se estivesse num teatro. Em questão de segundos, transita entre a tragédia e a comédia, provocando lágrimas e gargalhadas com a mesma desenvoltura. Mas tudo não passa de fachada para disfarçar sua astúcia. Não se trata de um louco varrido, mas de alguém que vive na fronteira entre […]

Read More

Por que os ateus se esforçam tanto para provar que deus(es) não existe(m)?

Posted by on jan 31, 2014 in Artigos, Ateísmo, Ativismo, Ceticismo | 1 comment

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.2/10 (6 votes cast)

Dias atrás, um amigo me perguntou por que os ateus se esforçam tanto para provar a inexistência de algo em que nem sequer acreditam. Obviamente, eu não posso responder por todos os ateus, nem tampouco posso falar em nome do ateísmo. O que eu posso fazer é responder por mim, e apenas por mim. Primeiramente, o ônus da prova cabe a quem faz a afirmação. Então, o ônus da prova cabe a quem afirma que o seu deus existe e não a quem nega que o seu deus existe. Em segundo lugar, na minha opinião, essa pode até parecer uma boa pergunta, mas não é. Vamos reformular a pergunta, mas sem alterar seu significado. Em vez de perguntar Por que você se esforça tanto para provar a inexistência de algo em que você nem sequer acredita?, vamos perguntar “Por que você se esforça tanto para provar seu ponto de vista?”. Conseguem perceber, agora, por que essa não é uma boa pergunta? Há alguma coisa de errado, ou de anormal, em alguém querer mostrar seu ponto de vista e/ou convencer as outras pessoas de que seu ponto de vista está correto? Raramente eu vejo um ateu tentando provar a inexistência de […]

Read More

Página 1 de 512345
ChatClick here to chat!+