Deus, Tempo e Criação

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 2.0/10 (1 vote cast)

Aliás houve tempo para Deus criar?

Proponho uma analogia para entender esse dilema:

Existe a possibilidade de podermos aparar o gramado do campo do Corinthians (Barueri)?

Seguiria logicamente que não, pois para haver esta possibilidade, a de primeiramente existir o campo do Corinthians com o seu respectivo gramado, para que assim pudéssemos ter a possibilidade – aparar o gramado.

Pois bem, no caso da criação do Universo por Deus, haveria esta possibilidade ou seja, a de criação divina antes mesmo da existência do tempo?

Em um artigo publicado no site Teismo.net onde a questão é levantada, podemos conferir a seguinte pergunta feita por Blake (Segue o link da postagem W.L. Craig – Deus, Tempo e a Criação)

“Dr. Craig, você parece defender que Deus exista fora do tempo quando não há universo [Deus (a)] e dentro do tempo quando há um universo [Deus (b)]. Minha questão é: qual dos dois criou o Universo?

  • Deus (a) não pode criar o universo porque um ser atemporal não “criar” [“criar” é uma ação temporal].
  • Deus (b) não pode criar o universo porque um ser que exista no tempo não pode criar o tempo no qual Ele existe.

Blake”

Por Atemporal, queremos dizer que esteja Fora do domínio do tempo, ou seja, seria aquele que não sofreria com a mudança de estado (Tempo). Deus a princípio estaria fora do tempo sendo ele imutável e por também ser Eterno isto é, para ele o passado, presente e futuro, seriam um tempo Uno, enquanto para nós são três tempos diferentes, sendo que só poderíamos estar vivendo o presente.

No começo de sua resposta, o Sr Craig afirma ter uma importância desta questão para a doutrina cristã, convenhamos, isto não é somente importante para a doutrina cristã como acredito ser para muitos fora dela.

Numa passagem de sua resposta, Craig faz um respaldo a importância desta questão “Eu me pergunto se você percebeu, Blake, que você acabou de apresentar um argumento que diz que o Cristianismo é incoerente ao dizer que Deus criou o Universo?” ao final do mesmo trecho ele diz “Isso é realmente bastante para a doutrina da criação.”

Craig em seguida tenta responder ao seguinte argumento de Blake. Em sua defesa, Craig argumenta o seguinte“Deus existe fora do tempo quando não há Universo e e dentro do tempo quando há um universo”, o uso da palavra “quando” pode levar a um desentendimento. Se tomada literalmente, isso implicaria que havia tempo antes da criação do Universo.”

Como devemos saber, não havia esse “Antes” do Universo, pois o tempo se originou posteriormente ao “Big Bang”. Ao dizermos – Antes e Depois – estariamos sempre implicando na existência de tempo. Tempo seria apenas um termo que designamos para existência da mudança de estados – uma situação anterior e uma posterior. Não existe esse antes (tempo) do Big Bang, pois anteriormente não existia essa mudança, o que existia estava Estático ou seja, nada acontecia, portanto nada mudava, sendo assim, não havia o tempo. O tempo se deu apenas posterior ao Big Bang – que seria na verdade, uma Grande Expansão e não, uma Grande Explosão – pois, posterior a essa Grande Expansão é que se iniciou essa mudança do estado dando inicio ao tempo.

Voltando a resposta de Craig, a frase que se segue, seria questionável e no entanto duvidosa, pelo que se nota, Craig não parece ter considerado as questões levantada por Blake. Lê-se uma possível resposta de Craig a questão: “Eu penso que o tempo começou com o primeiro evento, o qual eu tomo para ser a primeira ação criativa de Deus.” Em outra passagem ao longo da resposta, podemos encontrar outra frase reafirmando seu pensamento “Tudo que Deus tem que fazer é agir e o tempo é gerado como um consequência.”

O que podemos dizer é que o tempo não se iniciou no primeiro evento mas sim, que esse primeiro evento foi propício para o inicio do tempo. Mas não esta neste ponto a questão, ao dizer ser a primeira ação criativa de Deus, Craig me parece rejeitar a questão de Blake pelo seguinte ponto.

Para que haja uma ação (criação) é preciso haver tempo. Como pode, Deus, ter tido uma ação antes mesmo da existência do Tempo?

Como podemos ver na pergunta do Blake, ele apresenta de imediato o problema “Deus (a) não pode criar o universo porque um ser atemporal não “cria” [“criar” é uma ação temporal].

Como podemos ler na pergunta “Criar” é uma ação temporal ou seja, necessita do tempo para que ela possa ser efetuada. Na verdade não só está, mas em qualquer outra ação, é necessário o tempo para podê-la executa-lá.

Ao tentar responder a esta questão, Craig se esbarra justamente neste ponto que já fora observado por Blake, Craig diz: “o qual eu tomo para ser a primeira ação criativa de Deus.” Independente de ser a primeira ação ou não, Deus já teria tempo em sua “natureza” para poder ter tido uma ação – Criação. Como sabemos que o Tempo não é extrínseco ao Universo, a pergunta novamente torna a ser feita:

Como pode ter havido uma ação (criação) antes mesmo da existência do tempo?

Para isso, Craig propõe uma justificação para a ação (criação) mesmo com a inexistência do tempo.

Como? Veja o que ele tem a dizer:

Numa teoria relacional do tempo, tempo é logicamente posterior à ocorrência de algum evento. Então em uma teoria relacional do tempo, a ação de Deus é explicativamente anterior à existência do tempo.”

Como pode ser o tempo logicamente posterior à ocorrência de algum evento e ao mesmo tempo a ocorrência de algum evento ser explicativamente anterior à existência do tempo?

Completo no sense essa justificação de Craig. Em uma outra passagem, Craig argumenta: “A afirmação de que, se Deus é atemporal, é impossível para ele criar o Universo é baseada no pressuposto que a atemporalidade é uma propriedade essencial, ao invés de contingente, de Deus.”

O que difere ser uma propriedade essencial e ser uma propriedade contingente?

Se Deus é Atemporal, não à como Criar, pois Criar é um evento que exige espaço e tempo e como Deus é Atemporal – fora do tempo – isso inviabilizaria a ação.

Se Deus é Temporal, não à como Deus ter criado o Tempo estando no Tempo, como visto por Blake em sua pergunta “Deus (b) não pode criar o universo porque um ser que exista no tempo não pode criar o tempo no qual Ele existe”

Visto isto, minha pergunta ainda continua sem uma resposta.

Afinal, como pode ter havido uma ação (criação) antes mesmo da existência do tempo?

Deus, Tempo e Criação, 2.0 out of 10 based on 1 rating

20 Comments

  1. ” pois Criar é um evento que exige espaço e tempo e como Deus é Atemporal – fora do tempo – isso inviabilizaria a ação.”

    Meu caro, porque criar é algo que REQUER tempo e espaço para um SER-ONIPOTENTE? Porque?

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
  2. Prezado Paulo,

    onipotente, ou qq outro oni- que vc queira dar ao seu deus, vamos pensar no ato de criar.

    Vamos lá: O ato de criar é temporal, no sentido de que criar ALGO é uma ação temporal. Qd vc faz um bolo (vc criou algo), vc está realizando uma ação q só faz sentido se vc imaginar a sua mesa ANTES sem bolo e DEPOIS com bolo em cima.

    Criar, então, seria alterar um estado de inexistência de algo para a existência dele em um outro momento de tempo. Então, criar o universo depende de haver um momento antes em q ele não existia.

    Como deus poderia criar o tempo? Para ele ter criado tempo, deveria existir “antes não havia tempo”… mas se não havia tempo, como haveria um “antes”?

    É essa a questão de se falar em criar um tempo, não o limite dos oni-poderes de um deus.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
  3. Caro Leandro. Voce está perdendo seu tempo ao tentar desvendar as contradições de Deus a traves da lógica. Muito mais quando a lógica apresentada possui falhas. Lembra que o tempo tem diferentes interpretações, muitas das vezes conflitantes entre as diferentes disciplinas da física. Assim que afirmar coisas como que o tempo se originou posteriormente ao “Big Bang” é de uma aberração tão irritante quanto a de imaginar que o “Big Bang” é uma ejaculação de Deus.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
    • Cara, não existem “diferentes interpretações” do tempo, quanto mais “interpretações conflitantes” na física.

      O tempo, para a física, é só outra dimensão. Quer dizer, da mesma forma que você pode medir a altura de alguém, você pode medir o tempo de vida dela. É só isso.

      E não é um “conceito inventado”. Veja: mesmo não havendo ninguém para medir o tempo, ele continua passando. Idem quanto a distâncias: mesmo não tendo ninguém para medi-as, elas continuam existindo.

      A física, e a ciência em geral, não se preocupa (nem toma conhecimento, na verdade) de filosofias estapafúrdias.

      Além disso, o que o Leandro quis dizer é que o “criar” é um processo e, como tal, leva tempo. Portanto não é possível criar algo se o tempo sequer existe.

      Ah sim, e o big bang criou o tempo sim. Evidência disso? Simples: num buraco negro o tempo não existe, ele simplesmente para. Não passa mais. Porque o exemplo do buraco negro? Porque ele tem densidade infinita, assim como tinha o universo em seu primórdio.

      VN:F [1.9.22_1171]
      Rating: 0 (from 0 votes)
      • É bem isso Mario,

        no interior de buracos negros nada acontece logo não a tempo, não há o antes e o depois.

        VA:F [1.9.22_1171]
        Rating: 0 (from 0 votes)
      • Mario, no modelo matemático encontrado por Einstein, para explicar o universo, é necessário que exista um espaço infinitamente denso e sem “tempo” para explicar eventos como o buraco negro. Porem todos os físico, inclusive o Einstein souberam e sabem que na realidade alguma coisa esta faltando justamente nesse lugar tão pequeno. A teoria da Relatividade é so um grande passo para humanidade da mesma forma que já o fez Newton mas esta longe de ser o último. Existem várias publicações científicas falando sobre o tempo, e é nas teorias quânticas onde se encontram divertidas polêmicas sobre o tema.

        VA:F [1.9.22_1171]
        Rating: 0 (from 0 votes)
        • Teoria quântica lida APENAS com coisas MUITO pequenas. PARA ELAS o tempo tem suas esquisitices. SÓ para elas.

          Ainda assim, são coisas da NATUREZA, não de deidades. NENHUM físico sério, hoje em dia, propõe barbaridades desse tipo.

          VN:F [1.9.22_1171]
          Rating: 0 (from 0 votes)
      • Puts, agora voce apelou. Obviando seu comentário preconceituoso sobre as coisas pequenas da natureza 🙂 e voltando ao assunto, tal como falou o Marcos, o tempo é uma abstração cognitiva humana, e Deus também é mas com fundamento que não se baseiam na metodologias científicas, logo, É uma perda de tempo tentar explicar Deus com a lógica da mesma forma que seria estúpido tentar explicar um méson com as escrituras. Imagina super homem e Darth Vader, Deus é muito mais poderoso do que eles juntos! vai explicar uma coisa dessas! poise, o Paulo conseguiu explicar, O Cara é onipotente de mais da conta so. Enquanto este tipo de post forem postados os religiosos vão ganhar de 20 a 0 da gente.

        VA:F [1.9.22_1171]
        Rating: 0 (from 0 votes)
        • Errado, cara. Ninguém aqui está querendo “explicar” deus com a lógica, mas desmenti-lo. E isto é totalmente possível.

          Não só com a lógica, mas com a ciência em si.

          Agora um aviso, é o primeiro e será o último: você está agindo feito troll e não aceitamos trolls mais aqui. Se continuar, seus novos comentários começaram a ser movidos para spam.

          VN:F [1.9.22_1171]
          Rating: 0 (from 0 votes)
      • Caro Marcos, talvez me confundi com o nome sugestivo de este site. Achei que este era um lugar para discutir e polemizar sobre pensamentos e idéias. Polemizar sim porque verdades não são absolutas em nenhum âmbito e a de comparações das dúvidas e certezas que nos acercamos mais à realidade. Se voce define minha atitude como troll e representa o pensamento da maioria dos moderadores não perde seu tempo me colocando no spam, entendi a mensagem. Desculpa qualquer incomodo.

        VA:F [1.9.22_1171]
        Rating: 0 (from 0 votes)
        • É claro que é saudável questionar Pablix, contanto que isto seja feito com argumentos e de maneira saudável, agregando algo à discussão. Não foi o que aconteceu no seu post às 19:09 de ontem.

          VA:F [1.9.22_1171]
          Rating: 0 (from 0 votes)
        • Certo Roni, se bem temos diferentes conceitos sobre saúde, refarei meu post das 19: Mário, vou obviar seu comentário sobre quântica pq voce não entendeu minhas palavras e sua relação com o tema. Tal como falou o Marcos, o tempo é uma abstração cognitiva humana, e Deus também é, mas com fundamento que não se baseiam na metodologias científicas, logo, É uma perda de tempo tentar explicar a inexistência ou existência de Deus com a lógica da mesma forma que seria incongruente tentar explicar um méson com as escrituras sagradas. Este tipo de post so servem para alimentar uma discussão improdutiva, ou talvez pior, da direito de resposta a pessoas como o Paulo que conseguiu solucionar este problema com uma simples frase. Eu acho, é de meu pensamento e crença que qualquer religioso em dúvida, ao ler a brilhante resposta de Paulo ia ficar com mais certeza do poder de Deus do que veracidade do postulado pelo Craig.

          VA:F [1.9.22_1171]
          Rating: 0 (from 0 votes)
          • Agora que estamos mais civilizados, vamos lá…

            “o tempo é uma abstração cognitiva humana”

            Não, não é. O tempo é apenas mais uma dimensão do universo, que pode ser medida. Não só isso, é algo que pode ser distorcido por corpos com muita massa (como a Terra, o Sol, etc) e que também apresenta distorções cada vez maiores quanto mais rápido você vai. Até que o tempo para em buracos negros e em objetos se movendo a c (velocidade da luz no vácuo).

            Nisso tudo, a única “abstração cognitiva humana” são as unidades de medida. Anos, meses, semanas, dias, horas, minutos, milissegundos… Assim como as medidas de distância, peso, massa, força, etc.

            Mas numa coisa você tem razão, quando diz que deus é uma “abstração cognitiva humana”. Sim, deus é apenas um conceito e, como tal, pode sim ser avaliado racionalmente, como qualquer outro. Se sua posição é de que não, tem de dar um bom motivo para isto (o que ainda não vi).

            Da mesma forma, não vi onde a mecânica quântica entra na história.

            VN:F [1.9.22_1171]
            Rating: 0 (from 0 votes)
          • Li dois artigos científicos expondo o esforço de alguns físicos desterrar o tempo das equações que modelam as forças do universo. Ai é que entra a quantica. Claro que voce já sabe que se bem a teoria da relatividade explica o macro universo não consegue explicar eventos subatómicos. Encontrando casos onde se tiverem que usar o tempo como variável o cara teria que ser absoluto. Em fim, um dia saberemos que a teoria da Relatividade era so a casca de algo totalmente diferente como o foi na sua epoca a Lei da gravitação universal. Seguindo esta linha, se bem enunciado de Craig utiliza recursos científicos, ele ficou desatualizado. Esto tenta explicar a primeira parte do meu post original, mas como voce pode ver fica muito longo de explicar e muitas veces apelo ao sentido comum o qual as vezes esqueço que muitas pessoa não tem em comum comigo nenhum senso. Em fim no próximo post te respondo porque eu acho este tipo de post uma perda de tempo.

            VA:F [1.9.22_1171]
            Rating: 0 (from 0 votes)
          • Se tais artigos existem mesmo (coisa que duvido), eles não são sérios, nem são levados em consideração pela ciência.

            É simplesmente impossível separar o tempo da Relatividade Geral de Einstein, além do que o que ele previu a respeito do tempo já foi confirmado. Temos evidências de sobra, por exemplo, de que o tempo passa com velocidades na Terra e no espaço, etc.

            Não há como querer discutir fatos. Estude um pouco mais física e não fale tanta bobagem.

            VN:F [1.9.22_1171]
            Rating: 0 (from 0 votes)
        • Eita, em que momento disse que vc é troll??rs

          Mas vc usou meu argumento de forma distorcida.

          Quando eu digo que o tempo é uma construção cognitiva para expressão relações entre eventos, eu defino o termo pela sua utilidade (ou praticidade).

          Mas deus não tem a mesma praticidade, na verdade o conceito deus não define coisa alguma, é só um substantivo vazio.

          VA:F [1.9.22_1171]
          Rating: 0 (from 0 votes)
          • Nossa marcos agora que eu vi… não foi voce foi o Mário desculpa.

            VA:F [1.9.22_1171]
            Rating: 0 (from 0 votes)
  4. Craig distorce as teorias relacionais com seu enunciado.

    “Numa teoria relacional do tempo, tempo é logicamente posterior à ocorrência de algum evento. Então em uma teoria relacional do tempo, a ação de Deus é explicativamente anterior à existência do tempo.”

    Ele faz uma afirmação ontológica de que o tempo nasce “realmente” depois do evento. Não, o tempo não é uma coisa, mas uma abstração cognitiva humana formada pela experiência de vermos um fenômeno em relação ao outro, e um após o outro. Essa regularidade é inferida quando imaginamos o passado longincuo e formamos teorias ciêntificas.

    Quando dizemos que nada pode ter acontecido antes do tempo iniciar, estamos querendo dizer que nada pode ter acontecido antes do primeiro acontecimento. É apenas isso.

    Deus não poderia ter existido antes do primeiro acontecimento, pois se isso fosse verdade, não seria o primeiro acontecimento.

    Simples.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
  5. Será que é tão difícil assim admitir que seu “argumento” foi por água abaixo senhor Craig?
    Caramba, é admirável o esforço que esses caras fazem para continuar com suas crenças… sério.
    Daqui a pouco vão proferir: “Não adianta a lógica e a ciência de vocês me contradizer, deus é deus e ele pode tudo! Ora, senão ele não seria deus! Não cabe a nós entendê-lo!”
    Puff…

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)
  6. Na minha opinião perdemos muito tempo provando a inexistência de deus, sendo o inverso sim, necessário para os teistas.
    Sugiro batalhar por coisas mais substanciais do tipo proibir que crianças freqüente cultos/missas religiosas da mesma forma que uma criança não pode freqüentar um puteiro, um bar, tirar carteira de habilitação e mesmo votar.
    Quer freqüentar uma igreja ou ter um ensino religioso só depois dos 16 ou 18 ou 21 anos de idade.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

ChatClick here to chat!+