Existem 160 bilhões de planetas alienígenas na Via Láctea.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (2 votes cast)

Editora Globo

 

 

Uma pesquisa feita por astrônomos do Instituto de Astrofísica de Paris mostra que, em média, cada estrela da Via Láctea é orbitada por 1,6 planetas. Em outras palavras – existem cerca de 160 bilhões de planetas alienígenas (que ficam fora do Sistema Solar) em nossa galáxia.

Instituto de Astrofísica de Paris (L'Institut d'Astrophysique de Paris)

 

Este número é uma estimativa gerada por computador já que, oficialmente, conhecemos apenas cerca de 700 planetas alienígenas. Outro dado mostrado pela pesquisa é que a maioria desses astros ainda desconhecidos deve ter uma estrutura pequena e rochosa – muito parecida com a da Terra, com chances de abrigar vida.

Arnaud Cassan

null

Segundo um dos autores da pesquisa, Arnaud Cassan, estrelas cercadas por um ou mais planetas são a regra e não a exceção. “Ou seja, quando olhar para as estrelas, imagine milhões e milhões de mundos escondidos entre elas”, conclui Cassan.

Mas, falando em exceções, enquanto há vários planetas orbitando a mesma estrela, recentemente foram descobertos alguns que orbitam dois sóis ao mesmo tempo.

Kepler-16

O primeiro, Kepler-16, foi logo chamado de “Tatooine” em referência ao planeta desértico onde Anakin Skywalker nasceu, que é iluminado por duas estrelas (em Star Wars). Desde então mais dois sistemas “circumbinários”, como acabaram batizados esses conjuntos, foram encontrados.

Existem 160 bilhões de planetas alienígenas na Via Láctea., 10.0 out of 10 based on 2 ratings

Autor(es):

Gregori

Sou nato da cidade de Fortaleza no estado nordestino do Ceará, filho de pais professores, neto de imigrantes italianos e admirador do físico Albert Einstein, desde pequeno sonhava em ser cientista, incentivava os colegas ao mesmo, pesquisava teorias cientificas que explicassem o mundo que nos cerca, a gravidade, as moléculas, a energia, tudo me fascinava... Sempre muito curioso, "bulia" nos objetos a fim de descobrir como tais funcionavam (e quase sempre quebrava-os). Amante de computadores desde 1996, aprendi que essa ferramenta me oferecia oportunidades únicas de aprendizado, o primeiro contato com internet ocorreu em fevereiro de 1999 e guardo na lembrança esse momento, escutava os sons nada harmônicos da conexão 56kbps esperando pelo milagre da "janela colorida", como assim chamava a página de internet; nesse mesmo ano fiz primeira eucaristia no Colégio Santa Cecília, tradicional católico, onde estudava, boas e inesquecíveis lembranças; a eucaristia era quase uma obrigação familiar, saudoso avô (e padrinho) era católico fervoroso, contudo, meu interesse para tal era nulo e por consequência nunca decorei as "benditas" rezas, conclusão: a professora quase me reprovou! O tempo passou e sai desse colégio, indo para de ensino evangélico, onde a religião não era tão enraizada na mentalidade dos profissionais que ali trabalhavam, nesse ambiente fui líder de grupos e fiz parte do editorial do jornal da escola, e assim conheci principal habilidade: a criatividade, promovendo muito das exposições realizadas pela instituição, tive oportunidade de visitar emissoras de T.V. e jornais locais, finalizei o curso alguns anos depois; atualmente estudo Audiovisual e Novas Mídias na Unifor. Esportista radical, cineasta, escritor e poeta; enfim, aqui terão a oportunidade de melhor conhecer-me, um jovem que coleciona belas histórias.

Todas as postagens do(a) autor(a)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

ChatClick here to chat!+