Máquina Fantástica: O Cérebro Humano

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.5/10 (2 votes cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.


(Originalmente postado na página do N.A.S.P. – Núcleo Ateísta de São Paulo – no Facebook, neste link. Pode ser compartilhado livremente.)

Nenhum deus substitui a grandeza do homem. No entanto, essa grandeza refere-se muito mais à capacidade do homem de criar, raciocinar e modificar a natureza do que, propriamente, à sua história. Há ainda muito do animal predador no inconsciente humano. Matar ainda é algo normal, para os homens. As crenças deístas apenas acentuam esse lado monstruoso do homem e fazem que ele desculpe seus atos com a vida após a morte ou o perdão de um deus carniceiro.

A história humana está repleta de massacres e mortes inúteis, o que torna essa trajetória uma estrada sangrenta de assassínios e violência. E esse morticínio não tende a ter um fim, no curto prazo.

Há um longo caminho a ser percorrido, antes que, finalmente liberto das influências deístas, o homem possa tomar consciência do valor real da vida.

E do corpo, onde reside a máquina mais fantástica da natureza: o cérebro humano. Essa maravilha, cujos mistérios ainda vamos levar anos para desvendar, constitui o que de mais precioso existe em todo o universo conhecido. Preservar essa máquina e entendê-la será, juntamente com a genética, o passo mais formidável da ciência humana, capaz de colocar o homem em patamares científicos jamais imaginados.

A ciência desenvolvida a partir desse conhecimento poderá gerar não apenas tecnologias avançadas que permitirão ao homem domar novos patamares das forças da natureza, mas, principalmente, levá-lo a repensar o conceito de existência, através de respostas a perguntas que o atormentam desde sempre: de onde viemos, o que somos e para onde vamos. E, então, o caminho para libertar-se das superstições deístas estará devidamente pavimentado à sua frente.


Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.

Máquina Fantástica: O Cérebro Humano, 7.5 out of 10 based on 2 ratings

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

ChatClick here to chat!+