A futura nova joia de Sistema Solar

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

aneis-de-marte-imagem2

Uma das luas de Marte, Phobos, está sendo destruída. Phobos é um aglomerado mal remendado que, daqui a 20 ou 40 milhões de anos, irá se desintegrar totalmente. Isso acarretará no aparecimento de mais uma joia no Sistema Solar: assim como Saturno, por exemplo, Marte terá anéis. Esses anéis irão se formar dos restos de Phobos, que irão entrar na órbita de Marte e, com o tempo, formar os anéis. Saber disso nos mostra o quanto a natureza astronômica reaproveita ao máximo tudo: destrói, mas refaz. Uma reciclagem perfeita que aumentará os saberes sobre o universo.

Árvores ameaçadas

Um estudo publicado na Sciences Advances mostra que, pelo menos, metade das árvores da Floresta Amazônica podem estar ameaçadas. A razão é o uso das terras da floresta, que teve a exploração iniciada nos anos 50. Segundo o estudo, realizado com pesquisadores e estudantes do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), a mesma tendência de exploração encontrada é aplicável nos trópicos. Em vista disso, 40 mil espécies de árvores tropicais em todo o mundo também estão ameaçadas.

Mini estação

Uma mini estação de esgoto foi construída por alunos do Programa Ciência na Escola (PCE), em Manaus, reutilizando madeiras, baldes e garrafões de água. O projeto foi apresentado durante a 12ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNTC) e poderá ser usado domesticamente.

Mudanças climáticas e sistemas aquáticos

A 11ª Semana de Engenharia de Pesca da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) debateu o impacto das mudanças ambientais globais nos sistemas aquáticos da Amazônia. O frequente aumento de secas e cheias extremas somados aos aumento das chuvas em parte oeste da Bacia Amazônica e diminuição das chuvas na parte leste podem trazer efeitos climáticos, afora as dificuldades de adaptação dos organismos, que começam a viver de forma ameaçada na floresta.

Evolução com transplante

Portadores de esclerose sistêmica, que não apresentavam melhoras com o uso de medicamentos, tiveram grandes evoluções após transplante de medula realizada no hospital da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCRP) da Universidade de São Paulo (USP). a doença causa o endurecimento da pele e outros tecidos do organismo e, após o transplante, os pacientes recuperaram a força muscular respiratória, a amplitude dos movimentos das mãos e parte da qualidade de vida.

Perda de carbono

Site da Nasa divulgou os últimos resultados de pesquisas envolvendo Marte este ano. Foi descoberta como o planeta perde carbono da sua atmosfera, que é uma camada fina que é reduzida aos montes todos os dias através dos ventos solares. Dois eventos, a pulverização catódica e a fotodissociação ultravioleta, são os responsáveis pela perda de carbono e, consequentemente, na mudança drástica de clima no planeta, que antigamente era propício à vida.

Yara Laiz Souza, acadêmica de Ciências Biológicas da UEA, manauara. Ex-aluna do IFAM/CMDI, ex-pesquisadora de PIBIC. Escreve sobre ciências para o Amazonas Atual, para a organização Livres Pensadores e para o Núcleo de Pesquisas de Ciências – NUPESC e para o site Ciência e Astronomia.

Participe da coluna: mandesuapautaprayara@gmail.com

Sigam-nos nas redes sociais:  Facebook e Instagram

 

A futura nova joia de Sistema Solar, 10.0 out of 10 based on 1 rating

Autor(es):

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

ChatClick here to chat!+