Afinal, o que é o Planeta Nove?

Posted by on jan 25, 2016 in Ciência em Pauta | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.0/10 (1 vote cast)

  Fomos bombardeados pela notícia de que teriam encontrado um nono planeta no Sistema Solar, drugs apelidado de Planeta Nove. Ao contrário do que muitos pensam, click o trabalho publicado por astrônomos da Universidade da Califórnia (Caltech) é apenas um conjunto de evidências, cálculos e simulações feitas por computador. O Planeta Nove não existe de fato, ainda não foi observado. Os cálculos sugerem que o planeta tem cerca de 10 vezes o tamanho do Terra e demora até 20 mil anos para completar uma volta em torno do Sol. As pesquisas iniciaram depois que pesquisadores notaram a existência de seis objetos além da órbita de Netuno. Muito provavelmente, o Planeta Nove arrastou os seis objetos para a sua órbita; as chances desses objetos não estarem na órbita de um planeta novo é de uma em 15 mil tentativas. Nova regulamentação da Ciência A sanção do Marco Legal da Ciência irá facilitar as ações entre institutos de pesquisa e o setor privado, tornando os processos menos burocráticos. Um dos objetivos, também, é facilitar o acesso aos conhecimentos científicos, indígenas e tradicionais, além do uso comercial de plantas e animais para a produção de novos produtos. Sensor para medir poluição O Instituto […]

Read More

A futura nova joia de Sistema Solar

Posted by on nov 28, 2015 in Ciência em Pauta | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Uma das luas de Marte, cialis 40mg Phobos, está sendo destruída. Phobos é um aglomerado mal remendado que, daqui a 20 ou 40 milhões de anos, irá se desintegrar totalmente. Isso acarretará no aparecimento de mais uma joia no Sistema Solar: assim como Saturno, por exemplo, Marte terá anéis. Esses anéis irão se formar dos restos de Phobos, que irão entrar na órbita de Marte e, com o tempo, formar os anéis. Saber disso nos mostra o quanto a natureza astronômica reaproveita ao máximo tudo: destrói, mas refaz. Uma reciclagem perfeita que aumentará os saberes sobre o universo. Árvores ameaçadas Um estudo publicado na Sciences Advances mostra que, pelo menos, metade das árvores da Floresta Amazônica podem estar ameaçadas. A razão é o uso das terras da floresta, que teve a exploração iniciada nos anos 50. Segundo o estudo, realizado com pesquisadores e estudantes do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), a mesma tendência de exploração encontrada é aplicável nos trópicos. Em vista disso, 40 mil espécies de árvores tropicais em todo o mundo também estão ameaçadas. Mini estação Uma mini estação de esgoto foi construída por alunos do Programa Ciência na Escola (PCE), em Manaus, reutilizando madeiras, baldes […]

Read More

Oxigênio em cometa

Posted by on out 31, 2015 in Ciência em Pauta | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

No espaço desde o ano passado, here a sonda Rosetta, da Agência Espacial Europeia (ESA) fez um importante achado: moléculas de oxigênio existem no cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, seu alvo de estudo. Os resultados expostos essa semana são de dados coletados de setembro de 2014 até março de 2015. O oxigênio é o terceiro elemento mais abundante no universo, mas seu rastreamento é difícil pois rompe-se muito facilmente para ligar-se a outros elementos. Praticamente um mundo Anteriormente, os cientistas detectaram a presença de vapor de água, monóxido de carbono e dióxido de carbono no mesmo cometa. Agora, a meta é estudar sobre a presença de água em algum momento de existência do cometa. Engenheiros mexicanos Com a intenção de conhecer mais sobre as palmeiras nativas da Amazônia, um grupo de engenheiros mexicanos visitou o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI). Os visitantes também conheceram o Laboratório de Palmeiras do Inpa, que mapeia a densidade de palmeiras da Amazônia com a alternativa de sustentabilidade econômica e adaptabilidade no desafio das mudanças climáticas. O intuito é fechar novas parcerias para pesquisas. Purificador de água Um purificador de água à base de carvão de tucumã foi apresentando durante a Semana de Ciência e Tecnologia […]

Read More

Vida na Terra mais cedo do que se esperava

Posted by on out 24, 2015 in Ciência em Pauta | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

Ao analisar o zircão, viagra 60mg um mineral que conserva as caraterísticas primordiais dos espaços em que se encontra, drugs pesquisadores da Universidade da Califórnia fizeram uma descoberta surpreendente: a vida pode ter surgido há 4,1 bilhões de anos atrás, 300 milhões de anos mais cedo do que costumava-se pensar. A conclusão surgiu após eles encontrarem carbono, um material muito mais antigo que o zircão, e assinaturas químicas compatíveis com organismos fotossintéticos, ou seja, formas de vidas que usavam a luz do sol para produzir seu alimento. Nem todos os irmãos nasceram Ainda falando em vida, estudos da Nasa mostram que apenas 8% de todos os planetas semelhantes a Terra nasceram. Os resultados também mostram que planetas que estão na mesma distância do Sol, propício para o aparecimento de água, são muito comuns na nossa galáxia Via Láctea e que devem haver pelo menos 1 bilhão de mundos do tamanho da Terra na galáxia atualmente. Conclusões sobre isso As pesquisas sobre a vida na nossa galáxia estão muito mais avançadas que pensamos. Isso significa que a gama de conhecimentos está aumentando assim como a compreensão do que seria a vida no universo. Afora isso, serve também para diminuir cada vez […]

Read More

Segredos sendo revelados

Posted by on out 10, 2015 in Ciência em Pauta, Colunas | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

O mundo da ciência está dividido entre o DNA, look Plutão e Marte. Descobertas anunciadas durante a semana mostram o quanto os pesquisadores estão empenhados nestas três pautas e o quanto ganhamos com o conhecimento a cerca dessas coisas. A importância de cada um é relevante: o conhecimento do DNA é o conhecimento sobre nós e todos os tipos de vida da Terra. O conhecimento sobre Plutão e Marte representar conhecer o lugar em que vivemos, nossa Via Láctea, e saber sobre as possibilidades de encontrar ou não vida nesses locais, seja igual à daqui, seja algo totalmente novo. O DNA O Prêmio Nobel de Química agraciou, esse ano, os pesquisadores Tomas Lindahl, Paul Moderich e Aziz Sancar. Eles conseguiram mapear o trabalho das células em reparar partes danificadas do nosso material genético, o DNA. O trabalho feito pelas células nos livra diariamente de muitos problemas: elas trabalham para reparar problemas causados pelos raios UV, substâncias cancerígenas e mutações do dia a dia. Dessa forma, são chaves fundamentais para a perpetuação do nosso material genético e uma dica para o tratamento do câncer; caso você apresente erros na reparação dos raios UV, desenvolverá câncer de pele. Os planetas Temos a […]

Read More

O lado oculto da Lua

Posted by on ago 8, 2015 in Ciência em Pauta, Colunas | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

A câmera Epic (Earth Polychromatic Iamging Camera), seek acoplada ao satélite DSCOVR (Deep Space Climate Observatory), price fotografou o lado oculto da Lua essa semana. Além da imagem principal, drug a Nasa fez uma animação a partir de uma compilação de imagens feitas durante quatro horas de observação, que você pode ver no site da Veja. As primeiras documentações sobre a face oculta da Lua começaram em 1959 após observações feitas com o satélite Luna 3. Cunhantã Digital O Instituto de Computação da Universidade Federal do Amazonas (ICOMP/UFAM), pensando em como estimular a maior participação das mulheres na área de C & T, irá promover o evento Cunhantã Digital no próximo dia 21. O evento irá apresentar exposições de painés, a apresentação do Projeto SciTechGirls e aplicativos desenvolvidos por mulheres estudantes. O evento será satélite ao Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (CSBC), segundo matéria no site da instituição. Robótica na educação No município de Itacoatiara, interior do Amazonas, a robótica está cada vez mais presente como prática educacional. Segundo matéria no site da Fapeam, alunos da Escola Estadual Deputado Vital Mendonça usam os conhecimentos da área para complementar conteúdos por meio do Programa Ciência na Escola, sob coordenação do […]

Read More

Grandes bacias hidrográficas estão secando

Posted by on jun 20, 2015 in Ciência em Pauta, Colunas | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

Os fatos mais importantes da ciência em um parágrafo

Read More

A primeira imagem em cores de Plutão e sua lua

Posted by on abr 18, 2015 in Ciência em Pauta, Colunas | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Pode parecer uma coisa boba, more about mas é umas das imagens mais importantes feita pela sonda New Horizons, discount que está no espaço há 9 anos. Em meados de julho deste ano, viagra a sonda fará um sobrevoo pelo sistema de Plutão, acontecimento muito aguardado pelo mundo científico. A foto, que mostra o anão Plutão e sua lua Caronte foi captada a 15 milhões de quilômetros de distância. Para o site O Globo, o vice-diretor de divisão de ciências da Nasa enfatiza a existência de vários artigos sobre Plutão com observações feitas da Terra. Será a primeira vez que haverá um contato ‘cara-a-cara’ com o planeta-anão. Peixe pode ajudar no combate a dengue Os alunos da escola Martha Falcão, em Manaus, descobriram que um simples mecanismo da natureza pode ajudar no combate a dengue. Ao fazerem uma pesquisa de campo no igarapé da Cachoeirinha, eles descobriram que o peixe da espécie Lebiste Selgavem se alimenta das larvas do Aedes aegypti. A professora da escola, Lúcia Barbosa, disse ao Portal A Crítica que o projeto visa incentivar a pesquisa, além de outros métodos de combate a dengue. Nada de ET´s Ao site IFLScience, a pesquisadora da Universidade de Tecnologia de […]

Read More

Mistério marciano de 11 anos, enfim, solucionado

Posted by on jan 23, 2015 in Artigos, Astronomia, Ciência | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Em 2 de Junho de 2003 a missão Mars Express, shop da Agencia Espacial Europeia, viagra sale decolou do Cosmódromo de Baikonur (cidade antigamente conhecida como Leninsk), no Cazaquistão, pelo foguete Soyuz-Fregat. A missão consistia em um orbitador, chamado Mars Express, e em uma sonda que pousaria no solo marciano, chamada Beagle 2 (destinado à pesquisas exobiológicas e geoquímicas). A sonda recebeu este nome em homenagem ao navio que conduziu Charles Darwin pelos mares em expedições, que culminariam em seu livro A Origem das Espécies. O orbitador se inseriu na órbita de Marte com sucesso em 25 de Dezembro de 2003, à 1h da manhã (horário de Brasília). A sonda, por outro lado, foi lançada numa trajetória balística na direção da superfície marciana em 19 de Dezembro, às 6:31hs da manhã (sempre horário de Brasília). Ela penetrou a atmosfera na noite do dia 24 de Dezembro e seu contato era esperado às 0:45hs, portanto na primeira hora, do dia 25. Contudo… Silêncio. Comunicação alguma chegou da sonda e nada mais soube-se dela. A Beagle 2 estava perdida. A Beagle 2 foi oficialmente declarada permanentemente perdida em 6 de fevereiro de 2004. A principal hipótese para seu desaparecimento foi a dela […]

Read More

Diferentes visões da Nebulosa de Órion

Posted by on nov 6, 2013 in Artigos, Astronomia, Ciência | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.8/10 (5 votes cast)

A Nebulosa de Órion, order também descrita como M42 e NGC 1976, remedy é uma nebulosa difusa localizada a sul do “Cinturão de Órion” (ou “Três Marias”, como é mais conhecido no Brasil), na Constelação de Órion, a cerca de 1344 anos-luz da Terra e seu nome provém da sua localização. Possui diâmetro aproximado de 24 anos-luz e é uma região de formação estelar: em seu interior as estrelas estão nascendo e começando a brilhar constantemente. É uma das nebulosas mais brilhantes do céu, podendo ser observada a olho nu. Por isso mesmo, antigamente pensava-se que ela fosse, na verdade, uma estrela, à qual se deu o nome Theta Orionis e seria a estrela central da “espada” de Órion. Textos antigos a chamavam de “Ensis”, palavra latina que significa “espada”, nome que também recebe a estrela Eta Orionis, que está muito próxima à nebulosa como visto em nosso céu. Até que, em 1610, foi identificada como uma nebulosa por Nicolas-Claude Fabri de Peiresc. Ela é uma das nebulosas mais fotografadas e estudadas e deve-se a todo esse estudo grande parte de nosso conhecimento a respeito da formação estelar e planetária. Astrônomos observaram nas suas entranhas discos protoplanetários, anãs castanhas, fortes […]

Read More

60 Bilhões de planetas alienígenas poderiam suportar a vida, sugere estudo

Posted by on jul 17, 2013 in Artigos, Astronomia, Ciência | 1 comment

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (2 votes cast)

Até agora, more about apenas cerca de uma dezena de exoplanetas potencialmente habitáveis foram descobertos. Ainda assim, dosage cientistas acham que o universo deve estar repleto de “mundos alienígenas”, and os quais poderiam abrigar vida. Segundo uma nova estimativa, a Via Láctea poderia abrigar 60 bilhões de tais planetas, que orbitariam estrelas anãs vermelhas fracas. Baseado em informações da sonda espacial Kepler, da NASA, cientistas calcularam que deve haver um planeta do tamanho da Terra orbitando na zona habitável de cada anã vermelha, que é o tipo de estrela mais comum. Porém, agora um grupo de pesquisadores dobrou essa estimativa, depois de considerar que a cobertura de nuvens pode ajudar um mundo alienígena a sustentar vida. “Nuvens causam aquecimento e tornam a Terra mais fria. Elas refletem a luz do Sol para esfriar as coisas, e absorvem radiação infravermelha da superfície para fazer o efeito estufa. Isso é parte do que torna o planeta quente o suficiente para abrigar vida.” – Dorian Abbot, pesquisador e professor assistente em ciências geofísicas da Universidade de Chicago A zona habitável é definida como a região do espaço ao redor de uma estrela em que um planeta poderia ter a temperatura adequada para manter […]

Read More

Garoto norte-americano de 7 anos sonha em ser astronauta, e envia carta para Nasa…

Posted by on jul 14, 2013 in Artigos, Curiosidades | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (2 votes cast)

Dexter é um garoto de 7 anos, adiposity como boa parte dos meninos, tem vontade de ser astronauta. A diferença é que ele não ficou só no sonho e mandou uma carta para a Nasa ao saber que haveria uma missão tripulada para Marte. Mesmo sabendo que nesse momento ele não poderia ir, perguntou o que ele precisaria fazer para poder participar de uma das missões no futuro.  A Nasa respondeu… Carta do garoto “Querida Nasa: meu nome é Dexter. Ouvi dizer que vocês enviarão duas pessoas para marte e eu gostaria de ir, mas só tenho 7 anos. Então eu não posso ir. Eu gostaria de ir futuramente. O que eu preciso fazer para ser um Astronauta? Obrigado. Ass.: Dexter.”   Resposta da Nasa “Querido Dexter: em nome da NASA, obrigado por nos mandar essa carta. A NASA gostaria que você soubesse que seus pensamentos e ideias sobre explorar o espaço no futuro são muito importantes, e esperamos que você continue aprendendo tudo sobre os programas espaciais, missões e conquistas da NASA. Imagine: em alguns anos, você pode ser um dos pioneiros a liderar as atividades que ajudarão a humanidade a entender melhor a Terra e a explorar o espaço. […]

Read More

Visão noturna da Terra da ISS

Posted by on nov 12, 2012 in Variados, Vídeos | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (3 votes cast)

[vimeo clip_id=”45878034″ width=”600″] Informações do vídeo: Cada frame neste vídeo é uma fotografia tirada da Estação Espacial Internacional. Todo o crédito vai para as tripulações a bordo da ISS. Eu removi o ruído e editei algumas fotos no Photoshop. Compilados e organizados no Sony Vegas. Music by John Murphy – Sunshine (Adagio In D Minor) itunes.apple.com/us/album/sunshine-music-from-motion/id297702863 Imagens cortesia do Laboratório de Ciência e Análise de Imagem, try NASA Johnson Space Center, viagra The Gateway to Astronaut The Gateway to Astronaut Photography of Earth eol.jsc.nasa.gov Com nossos agradecimentos ao canal Knate Myers do Vimeo. 🙂

Read More

Missão a Marte – da BBC

Posted by on out 6, 2012 in Científicos, Documentários | 2 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (3 votes cast)

Informações do vídeo no Youtube: [Ativar legenda abaixo do vídeo] — Ajude a disseminar o Conhecimento Científico, se inscreva no Canal e faça parte da Revolução Científica ! ► Sinopse em Português: A BBC Horizon acompanha pelos bastidores da NASA a preparação final para o lançamento da sonda de $2,5 bilhões que irá até Marte. O veículo alimentado por energia nuclear, do tamanho de um carro, pousará na superfície do Planeta Vermelho. A missão “Curiosity” é a mais cara e audaciosa já feita para tentar responder a pergunta: “Existe vida em Marte? ————————————————————————————————— Mission to Mars ► Synopsis in English: Horizon goes behind the scenes at NASA as they countdown to the landing of a 2.5 billion-dollar rover on the surface of Mars. In six days time, the nuclear-powered vehicle – the size of a car – will be winched down onto the surface of the Red Planet from a rocket-powered crane. That’s if things go according to plan: Mars has become known as the Bermuda Triangle of space because so many missions there have ended in failure. The Curiosity mission is the most audacious – and expensive – attempt to answer the question: is there life on Mars? Com […]

Read More

A Via Láctea de 100 bilhões de planetas

Posted by on ago 29, 2012 in Artigos, Ciência, Traduções | 2 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.0/10 (3 votes cast)

(Clique na imagem para ampliar.) Esta ilustração artística dá a impressão do quão comum são os planetas em torno das estrelas na Via Láctea. Os planetas, buy suas órbitas e suas estrelas hospedeiras estão todos muito ampliados em comparação com suas separações reais. Uma pesquisa de seis anos que pesquisou milhões de estrelas usando a técnica de microlentes concluiu que os planetas ao redor de estrelas são a regra e não a exceção. O número médio de planetas por estrela é maior do que um. Isto significa que provavelmente existem um mínimo de 1.500 planetas dentro do espaço de apenas 50 anos-luz da Terra. Os resultados são baseados em observações feitas ao longo de seis anos pela colaboração PLANET (Probing Lensing Anomalies NETwork  – Rede de Sondagem de Anomalias Lente Gravitacional), discount a qual foi fundada em 1995. O estudo concluiu que há muito mais planetas de tamanhos comparáveis ao da Terra do que mundos de tamanhos comparados ao de Júpiter. Isto é baseado na calibração de uma função de massa planetária que mostra que o número de planetas aumenta para mundos de massas inferiores. Uma estimativa grosseira a partir desta pesquisa aponta para a existência de mais de 10 […]

Read More

Página 1 de 41234
ChatClick here to chat!+