O perigo de um Inverno Nuclear

Posted by on ago 1, 2016 in Artigos, Ativismo, Ciência | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 9.5/10 (2 votes cast)

Os efeitos da explosão de uma bomba atômica sobre uma cidade todo mundo conhece, clinic devido aos exemplos de Hiroshima e Nagasaki. Uma única explosão é devastadora apenas no local que ocorre, unhealthy mas quando existem várias delas, as coisas ficam milhares de vezes piores. Logo após os primeiros testes com armas nucleares, os cientistas começaram a se preocupar com os efeitos colaterais que elas causariam no mundo todo, caso várias fossem usadas. Em pouco tempo, diversas hipóteses surgiram, mas uma, chamada Inverno Nuclear, se sobressaiu. Para entender como uma guerra nuclear poderia ser fatal para a humanidade, vamos imaginar um cenário onde duas grandes nações usam algo em torno de 100 bombas nucleares, atacando principalmente cidades de grande população. Os prejuízos iniciais de uma luta assim seriam as vidas perdidas no extermínio das cidades. Em seguida, haveriam incêndios incontroláveis em muitos lugares, afinal o fogo estaria livre para seguir sem que houvesse alguém para combatê-lo. Contudo, isso não é nada se comparado ao problema da fuligem residual das explosões. Quando uma bomba atômica explode, ela cria aquele famoso cogumelo – devido ao aquecimento repentino de uma grande quantidade de ar – e joga uma quantidade gigantesca de sujeira nas camadas mais altas da […]

Read More

Cinco perguntas para: Thaisa Bergmann

Posted by on out 18, 2015 in Artigos, Entrevistas | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.0/10 (2 votes cast)

Thaisa Bergmann é formada em Física, search e, information pills recentemente, see foi uma das vencedoras de uma premiação da empresa Loreal Paris que visa estimular a produção de ciência entre as mulheres. Ela conversou via E-mail com o Ciência em Pauta, no site Livres Pensadores, estrelando mais uma edição da coluna Cinco Perguntas para.   Ciência em Pauta: Como você pode resumir os seus anos de faculdade? Thaisa Bergmann: Foram anos muito bons, onde eu acabei descobrindo o que gostava de fazer: pesquisa científica. Embora eu gostasse de ciência desde jovem, só mesmo na faculdade é que descobri que isto poderia ser uma profissão. CP: Em que momento da sua vida você decidiu pela Física? TB: Foi aos 18 anos, 6 meses depois de ter ingressado na Faculdade de Arquitetura da UFRGS. Eu fui influenciada por uma prima 2 anos mais velha que sabia desde cedo que queria cursar arquitetura. Entrei na arquitetura por influencia dela, mas me dei conta disto já no primeiro semestre: êpa, isto é o sonho dela, não o meu! Aos 12 anos de idade eu tinha um laboratório no sótão da minha casa onde fazia experimentos de química e biologia, mas era só diversão […]

Read More

Cinco perguntas para: Salvador Nogueira

Posted by on out 11, 2015 in Entrevistas | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 9.0/10 (1 vote cast)

Autor de vários livros e dono de uma carreira invejável, side effects Salvador Nogueira é divulgador científico da Folha de São Paulo e colabora com o Globo News. Nascido em São Paulo, capsule ele é, para muitos, a inspiração para os trabalhos de divulgação científica. Ele topou falar com o Ciência em Pauta, através do Livres Pensadores, por e-mail e estreia a coluna Cinco perguntas para.   Ciência em Pauta: Em que momento você decidiu que iria ser jornalista científico? Salvador Nogueira: Meu gosto por ciência, sobretudo por astronomia, sempre foi muito grande. Contudo, preciso confessar que, quando chegou a hora de escolher o que cursar, me faltou convicção. Optei por jornalismo justamente por sentir que comunicação era um dos meus alvos preferenciais e pelo fato de que se trata de uma profissão que oferece muitas possibilidades. Cursei jornalismo e comecei na antiga Folha Online, depois saltei para a editoria de Ciência, e aí finalmente me encontrei profissionalmente. Isso lá pelo ano 2000. Faz tempo já. Agora, olhando para trás, fico muito feliz de ver como as coisas se desenrolaram. Mas se eu disser que planejei isso de antemão, é mentira. Tive uma bela ajuda da sorte para achar meu […]

Read More

[POEMA] A Rendeira

Posted by on out 4, 2015 in Literatura, Poesias | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

  A rendeira tece seu laçar Tece tece sem parar Sua vida é essa E a graça da moça Bem feita não confessa Que sua promessa É de casar Na mão uma agulha Mas no fundo se orgulha Do fasto trabalho a terminar A bela renda ela vai usar Pra no casamento mais bela ficar A rendeira feliz prepara o linho Branco, clinic vermelho e vinho Essas são as cores onde o amor vai reinar. Autor: Gregori Fiorini

Read More

[POEMA] Saudade

Posted by on out 4, 2015 in Literatura, Poesias | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Saudade, for sale palavra em português Expressa amor a quem se ama Dor a quem falta Desejo de rever Lembrança inesquecível Que mesmo de longe Faz daquele nunca esquecer Autor: Gregori Fiorini

Read More

[CONTOS] As Flores do Orfanato.

Posted by on out 2, 2015 in Conto, Literatura | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (2 votes cast)

Marta e Olívia, shop duas jovens estudantes de Artes se encontravam em uma banca no intervalo de aula, nurse fronte a universidade para comprarem a apostila da cadeira, enquanto o vendedor da banca conversava com o jornaleiro, estava comentado que o orfanato que fora criado necessitava de melhorias, uma pintura que representasse a vida de forma bela, visto muitas delas terem sido abandonadas pelos pais e sentirem solidão. Olívia, para de ler o livro e escuta a conversa, pergunta para o jornaleiro qual era o endereço do lugar e, posteriormente, se compromete a dar novos ares ao orfanato, Marta se anima e concorda com Olívia. O jornaleiro lhe entrega um papel com o endereço, diz a Olívia que o orfanato não teria condições de lhe pagar, infelizmente os custos para mantê-la funcionando são altos. Olívia diz ao jornaleiro que não se importava com o dinheiro, ela era órfã e passou a infância entre orfanatos da cidade onde nascera, e o valor da beleza do lugar é essencial para alimentar a esperança de crianças em ter novas vidas. Marta e Olívia chegam ao orfanato, logo na entrada se observa os paus de madeira improvisados como porta, mofada pelo tempo. Ao abrir […]

Read More

[POEMAS] A Velha Janela

Posted by on out 2, 2015 in Literatura, Poesias | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

A janela que pobre figura, thumb Tão desbotada sem pintura Mas se serve de consolo muitas figuras a viram Mulheres e homens pra ela sorriram Bem do alto uma bela paisagem vislumbra Pena que hoje é refugada por todos Sem valor nenhum até da desgosto Pra quem hoje olha essa velha janela Nem imagina quantas histórias guarda Nesse pedaço de madeira mofada O tempo passou depressa Mas só se interessa A quem por ela foi amada Autor: Gregori Fiorini

Read More

Nikola Tesla vs Thomas Edison

Posted by on ago 6, 2015 in Artigos, Ciência, História | 1 comment

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

  Os americanos adoram idolatrar Edison como o inventor dos inventores pelo simples fato de ter nascido por lá, buy information pills Nikola Tesla, que inventou as grandes inovações que hoje utilizamos, por ter nascido na Europa e ter trabalhado nos Estados Unidos é esquecido pois sua memória põe em xeque o inventor da lâmpada menos eficiente do mundo. Nikola Tesla foi o primeiro a converter um automóvel a combustão em um elétrico, além de outras coisas que tornam possível coisas simples e grandiosas do dia-a-dia e esquecemos de lembrar dele, ao invés, lembramos de seu rival na época em que os inventores tinham um campo aberto para descobrir as coisas que são óbvias para nós. Primeiro eu faço o seguinte questionamento, quando você chega em casa, liga a lâmpada (claro, a lâmpada fluorescente, que economiza mais) e se perguntassem para você lembrar um nome de alguém que tivesse participado nessa criação muitos lembrariam o nome de Thomas Alva Edison, mas a verdade é que a corrente alternada que leva a energia das usinas até a nossa casa foi invenção do Tesla, bem como a lâmpada fluorescente. No passado houve muita disputa entre Edison e Tesla principalmente em um padrão […]

Read More

“Apenas uma teoria!”: Desmistificando termos científicos

Posted by on maio 11, 2015 in Artigos | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)

  “- Se a evolução já foi provada, approved por que ela ainda é uma teoria e não uma lei científica?” Termos científicos não são muito utilizados no dia-a-dia de quem não lida com ciências, capsule e é comum ler e ouvir afirmações ou perguntas tão conceitualmente erradas quanto esta. Esta confusão atrapalha a divulgação e o entendimento de ciências, além de promover a ignorância e o desprezo com relação à atividade científica. Palavras como “teoria”, “lei”, “postulado”, “fato”, “evidência” e “hipótese” assumem significados diferentes daqueles utilizados cotidianamente, quando empregados na área da pesquisa científica, motivando acalorados e infrutíferos debates que jamais existiriam se não houvesse este problema de interpretação. O objetivo deste vídeo aqui é o de tentar esclarecer alguns destes termos, de forma clara e bem simples. Afinal, a evolução é realmente apenas uma teoria? Com vocês, mais um vídeo do canal PAPO DE PRIMATA! https://www.youtube.com/watch?v=lKpAy7xylAs

Read More

Em que mundo você vive?

Posted by on mar 13, 2015 in Artigos, Filosofia | 1 comment

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.0/10 (6 votes cast)

A realidade é algo bastante subjetiva às percepções de cada um. O humor, symptoms as crenças, viagra o efeito de drogas, o estado de sobriedade ou embriaguez de cada um alteram essas percepções. Algumas pessoas, principalmente crianças, vivem num mundo de fantasias cheio de fadas, duendes, Papai Noel, entre outros. Isso para não falar na crença em todo um conjunto de deidades – ou mesmo em uma só. A questão é: como definir qual realidade é a verdadeira, já que cada uma delas é, ou ao menos parece ser, verdadeira para cada pessoa? A realidade está sujeita às escolhas que fazemos: ao menos parte daquilo que consideramos ser real (fatos, possibilidades, etc) é determinado por nossos sentidos e pelo conhecimento que adquirimos ao longo de nossas vidas. Assim, a construção de nossa realidade depende do que vamos aceitar como real, isto é, a realidade é construída pelo sujeito e não dada pronta para ser descoberta. Apenas como exemplo disso, vejamos o caso (ufológico) do Voo 169 da VASP. No dia 8 de fevereiro de 1982, um avião da VASP decolou de Fortaleza com mais de 100 passageiros, tendo como destino São Paulo, com escala no Rio de Janeiro. Depois de […]

Read More

Tiranos e o poder do povo

Posted by on mar 6, 2015 in Artigos, Crônicas | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Governantes tiranos, no rx sejam eles ditadores ou meros autoritários eleitos pelo povo, sempre foram um problema da humanidade. Ainda mais porque, normalmente, eles utilizam os momentos em que estamos mais frágeis para tomar o poder. Peguemos Hitler, por exemplo: seu partido cresceu e elegeu muitos deputados, o que lhe permitiu chegar ao poder, sendo nomeado Chanceler em 1932. Tudo devido a uma Alemanha arrasada pela Primeira Guerra Mundial e pela crise de 1929. Outro que teve uma história semelhante foi Mussolini, que em maio de 1921 foi eleito deputado e, em outubro de 1922, foi nomeado Primeiro Ministro pelo rei Vítor Emanuel III. Isso devido a um período de grandes perturbações políticas e sociais. Outras semelhanças entre eles é o fato de usarem magistralmente a propaganda e terem sido capazes de conseguir muitos seguidores fanáticos. A Revolução Russa não foi muito diferente. Na época, a Rússia tinha uma grande massa de operários e camponeses trabalhando muito e ganhando quase nada. O governo do czar Nicolau II era absolutista e gastava demais com o esforço de guerra (da Primeira Guerra Mundial, no caso). Isso desagradava profundamente o povo, que desejava um governo menos opressivo e democrático. A soma desses fatores […]

Read More

Ateus, cristãos e o debate sobre deus

Posted by on fev 27, 2015 in Artigos, Ateísmo | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (5 votes cast)

Todos devem conhecer a imagem abaixo. Já rodou muito pelo Facebook, buy tendo sido publicada por diversas páginas. O motivo pelo qual ela foi criada chega a ser óbvio: esse debate já cansou. E é verdade, cure qualquer debate com caráter interminável, medications como é o caso desse, realmente cansa. Eu também já me cansei por um bom tempo e me abstive de participar nele. Depois, voltei a debatê-lo. É do ser humano se cansar e enjoar das coisas. O problema, contudo, é o que a imagem afirma: “ateus afirmam sua posição, crentes afirmam a sua e os idiotas debatem a respeito”. Para ficar mais claro o problema da imagem, vamos tentar trocar seu tema (já que, nesse caso, não faria sentido inverter o que afirma). Digamos a política: “direitistas afirmam sua posição, esquerdistas afirmam a sua e os idiotas debatem a respeito”. Nesse caso, acaba-se a democracia, já que ela se baseia na ideia de que pessoas pensam diferente e que é apenas através do debate que se chega ao convencimento ou, ao menos, a um meio termo. Outro exemplo, no caso da luta pelo direito dos LGBTs: “LGBTs afirmam sua posição, homofóbicos afirmam a sua e os idiotas […]

Read More

Uma história de terror

Posted by on fev 25, 2015 in Artigos, Ateísmo, Leitores | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores. Deveria haver, anualmente, um dia, uma semana, em memória a todas as vítimas da Igreja. É espantoso que essa instituição ainda exista, com o mesmo nome e tudo o mais.   A história da Igreja é uma história de terror.   “A crônica dos que foram consumidos pelo fogo, somente na cidade de Würtzburg, e apenas no ano de 1598 […] a velha sra. Kanzler; a mulher gorda do alfaiate; a cozinheira do sr. Mengerdorf; […] o velho ferreiro da corte; uma velha; uma menina de nove ou dez anos; uma menina mais moça, sua irmãzinha; a mãe das duas meninas acima mencionadas; a filha de Liebler; a filha de Goebel, a menina mais bonita de Würtzburg; um estudante que sabia muitas línguas; dois meninos do Minster, cada um com doze anos; a filhinha de Stepper; a mulher que guardava o portão da ponte; uma velha; o filhinho do intendente do conselho da cidade; a mulher de Knertz, o açougueiro; a filhinha de colo do dr. Schultz; uma menina cega…” E assim por diante. Alguns recebiam atenção humanitária especial: “A filhinha de Valkenberger foi executada e queimada privadamente”. Houve 28 imolações públicas, […]

Read More

O jardim dos criacionistas

Posted by on fev 25, 2015 in Artigos, Ateísmo, Leitores | 3 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.0/10 (1 vote cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores. Eu vejo os criacionistas como crianças, que se recusam a deixar seu reino mágico. A geologia confirma a idade do planeta, e o registro fóssil confirma as fases da evolução, as eras geológicas, com cada vez maior precisão, em razão da tecnologia atual. A vida na Terra evoluiu para a diversificação, e nós somos uma pequena (mas importante) parte nesse cenário real, natural, sempre propenso a mudanças.   Os evolucionistas são os adultos, os que lidam com a natureza como ela é, com suas coisas boas e ruins, um ambiente às vezes hostil, onde não há justiça nem injustiça, às vezes harmônico, às vezes caótico (por exemplo, com em evento geológico que desorganiza ou destrói todo um ecossistema), enfim, com o mundo real.     Postado por Perce Polegatto Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.

Read More

Século 25

Posted by on fev 24, 2015 in Artigos, Conto, Leitores | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores. Ficção. Século 25. O mundo dominado pelas religiões. Ateus não existem mais, seus livros foram destruídos, e toda criança é doutrinada, desde muito cedo, com recursos didáticos bastante sofisticados, sob a disciplina de poderosas igrejas. Questão de vestibular:   17. Onde fica o Inferno?   a)  No Sol. b)  No centro da Terra. c)  Na camada inferior dos vulcões. d)  No subterrâneo do deserto do Saara. e)  Em minha imaginação.   Devido a uma confusão na gráfica, a questão foi publicada assim, por erro, e gerou polêmica. Foi anulada, pois não tinha resposta certa, ficou sem gabarito. Por causa desse episódio inusitado, um adolescente de 17 anos começou a pensar. Sua amiga, que tinha prestado a mesma prova, também começou a pensar. Começaram a trocar ideias, secretamente. Depois souberam que mais jovens como eles estavam pensando também. Aos poucos, a inteligência humana voltou a se espalhar pela Terra.     Postado por Perce Polegatto Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.

Read More

Página 1 de 5212345...102030...Última »
ChatClick here to chat!+