Em que mundo você vive?

Posted by on mar 13, 2015 in Artigos, Filosofia | 1 comment

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.0/10 (6 votes cast)

A realidade é algo bastante subjetiva às percepções de cada um. O humor, as crenças, o efeito de drogas, o estado de sobriedade ou embriaguez de cada um alteram essas percepções. Algumas pessoas, principalmente crianças, vivem num mundo de fantasias cheio de fadas, duendes, Papai Noel, entre outros. Isso para não falar na crença em todo um conjunto de deidades – ou mesmo em uma só. A questão é: como definir qual realidade é a verdadeira, já que cada uma delas é, ou ao menos parece ser, verdadeira para cada pessoa? A realidade está sujeita às escolhas que fazemos: ao menos parte daquilo que consideramos ser real (fatos, possibilidades, etc) é determinado por nossos sentidos e pelo conhecimento que adquirimos ao longo de nossas vidas. Assim, a construção de nossa realidade depende do que vamos aceitar como real, isto é, a realidade é construída pelo sujeito e não dada pronta para ser descoberta. Apenas como exemplo disso, vejamos o caso (ufológico) do Voo 169 da VASP. No dia 8 de fevereiro de 1982, um avião da VASP decolou de Fortaleza com mais de 100 passageiros, tendo como destino São Paulo, com escala no Rio de Janeiro. Depois de cerca de […]

Read More

Tiranos e o poder do povo

Posted by on mar 6, 2015 in Artigos, Crônicas | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Governantes tiranos, sejam eles ditadores ou meros autoritários eleitos pelo povo, sempre foram um problema da humanidade. Ainda mais porque, normalmente, eles utilizam os momentos em que estamos mais frágeis para tomar o poder. Peguemos Hitler, por exemplo: seu partido cresceu e elegeu muitos deputados, o que lhe permitiu chegar ao poder, sendo nomeado Chanceler em 1932. Tudo devido a uma Alemanha arrasada pela Primeira Guerra Mundial e pela crise de 1929. Outro que teve uma história semelhante foi Mussolini, que em maio de 1921 foi eleito deputado e, em outubro de 1922, foi nomeado Primeiro Ministro pelo rei Vítor Emanuel III. Isso devido a um período de grandes perturbações políticas e sociais. Outras semelhanças entre eles é o fato de usarem magistralmente a propaganda e terem sido capazes de conseguir muitos seguidores fanáticos. A Revolução Russa não foi muito diferente. Na época, a Rússia tinha uma grande massa de operários e camponeses trabalhando muito e ganhando quase nada. O governo do czar Nicolau II era absolutista e gastava demais com o esforço de guerra (da Primeira Guerra Mundial, no caso). Isso desagradava profundamente o povo, que desejava um governo menos opressivo e democrático. A soma desses fatores levou a […]

Read More

Ateus, cristãos e o debate sobre deus

Posted by on fev 27, 2015 in Artigos, Ateísmo | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (4 votes cast)

Todos devem conhecer a imagem abaixo. Já rodou muito pelo Facebook, tendo sido publicada por diversas páginas. O motivo pelo qual ela foi criada chega a ser óbvio: esse debate já cansou. E é verdade, qualquer debate com caráter interminável, como é o caso desse, realmente cansa. Eu também já me cansei por um bom tempo e me abstive de participar nele. Depois, voltei a debatê-lo. É do ser humano se cansar e enjoar das coisas. O problema, contudo, é o que a imagem afirma: “ateus afirmam sua posição, crentes afirmam a sua e os idiotas debatem a respeito”. Para ficar mais claro o problema da imagem, vamos tentar trocar seu tema (já que, nesse caso, não faria sentido inverter o que afirma). Digamos a política: “direitistas afirmam sua posição, esquerdistas afirmam a sua e os idiotas debatem a respeito”. Nesse caso, acaba-se a democracia, já que ela se baseia na ideia de que pessoas pensam diferente e que é apenas através do debate que se chega ao convencimento ou, ao menos, a um meio termo. Outro exemplo, no caso da luta pelo direito dos LGBTs: “LGBTs afirmam sua posição, homofóbicos afirmam a sua e os idiotas debatem a respeito”. […]

Read More

Desenvolvimento de um país e seu governo

Posted by on fev 20, 2015 in Artigos, Crônicas | 2 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.3/10 (3 votes cast)

Antes de mais nada: não, este texto não é contra o governo federal nem nenhum outro. Tenho uma forte opinião pessoal sobre tudo que tem sido feito no Brasil por governos das três esferas (federal, estadual e municipal), mas o tema não é esse. A questão é: quem faz um país, seja ele qual for, não é seu governo, mas seu povo. Costumamos, aqui no Brasil, esperar por um “salvador da pátria”. Alguém que chegue ao poder e corrija tudo, num “passe de mágica”. Ficamos esperando que o governo faça tudo por nós, mas isso simplesmente sequer tem como acontecer. Por mais impostos que um país cobre, chegando a extorquir a população, ele jamais terá como fazer tudo. Governos prestam serviços à população (mesmo que na forma de obras), variando na quantidade. A Suécia, por exemplo, tem uma carga tributária de cerca de 53%, enquanto que a brasileira é de cerca de 36%, e, por óbvio, o retorno desses impostos sequer se compara. No Brasil perde-se dinheiro demais com corrupção, burocracia, falhas no sistema que nunca são corrigidas, entre tantos outros. Coisas que não são nem fáceis nem rápidas de se corrigir e, boa parte sequer depende de leis ou […]

Read More

Superstições: irracionalidade pura

Posted by on fev 13, 2015 in Artigos, Ceticismo | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Superstições estão associadas à suposição de que alguma “força sobrenatural” age para promover uma suposta “causalidade”. Em outras palavras, superstições são a crença de que tudo que acontece na vida, tanto de bom quanto de mal, tem uma causa sobrenatural, muitas vezes devido a alguma deidade. Assim, superstições não têm fundamentação, não podem ser verificadas de qualquer forma e nem demonstradas de forma racional. Elas normalmente são tradições populares e estão relacionadas com o pensamento mágico. O supersticioso acredita que certas ações (voluntárias ou não) tais como rezas, curas, conjuros, feitiços, maldições ou outros rituais, podem influenciar de alguma maneira a sua vida. Pseudociências também são superstições ou, ao menos, são baseadas em superstições. Isso porque, da mesma forma, não têm qualquer embasamento racional ou científico. Um exemplo clássico disso é a homeopatia, que é a crença de que o “semelhante se cura pelo semelhante”, ou seja, o tratamento se daria a partir da diluição (quase infinita) e dinamização (através da movimentação ou agitação) da mesma substância que produz o sintoma num indivíduo saudável. Quer dizer, se você tem alergia a pelos, seu “medicamento” deveria ter pelos como “princípio ativo”. (A homeopatia não é uma pseudociência apenas por isso: todos os […]

Read More

A humanidade será extinta por uma pandemia?

Posted by on fev 6, 2015 in Artigos, Ceticismo, Ciência | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (2 votes cast)

Uma pandemia é uma epidemia de doença infecciosa, normalmente grave e até letal, que se espalha numa população, seja localizada em uma grande região geográfica (como um continente), seja no planeta como um todo. Entre os exemplos mais recentes temos o Ebola (gerado pelo ebolavírus), na África, e a “gripe suína” (Gripe A, gerada pelo vírus Influenza A H1N1), que começou no México (Março de 2009) e, depois, se espalhou pelo mundo. Outra possível (e futura) pandemia é a “gripe aviária” (gerada pelo vírus Influenza H5N1), que foi inicialmente identificada em 1900 na Itália e se espalhou pelo mundo. Hoje ocorre mais na Ásia. Contudo, essa gripe ainda não foi passada de humano para humano, apenas de aves para humanos. Cenários de pandemias, portanto, são bastante comuns. Elas, de fato, são plausíveis e realmente acontecem, como visto acima. E teóricos da conspiração (vide o canal History – que, acreditem, já foi infinitamente melhor) vivem especulando se a espécie humana poderia ser extinta por uma dessas pandemias – ou até por outra, causada por um “vírus ou bactéria extraterrestre”. Veja, a existência de vírus e bactérias extraterrestres, apesar de não ser o foco aqui, são plausíveis. A possibilidade de chegarem aqui até existe […]

Read More

BBB: que tal outras opções?

Posted by on jan 30, 2015 in Artigos, Crônicas | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (2 votes cast)

Como todos devem saber, o Big Brother Brasil 15 estreiou dia 20 de Janeiro, 10 dias atrás, portanto. O programa fez muito sucesso, principalmente nas primeiras edições, mas, hoje, o que se vê na internet são mais críticas do que elogios. A questão é que, independente da qualidade – ou falta dela – do programa, ele já está mais do que batido. Virou “notícia de ontem”. Entenda: minha crítica não é mais uma daquelas vazias, que tanto vemos por aí. Eu cheguei a acompanhar (mesmo que de forma distante) duas ou três temporadas. O acho uma ótima ferramenta para observar o ser humano: até devido ao seu formato, o programa é capaz de trazer à tona o melhor e o pior do ser humano de forma transparente – coisas que, no dia a dia, fica escondido, maquiado. Os problemas são outros: primeiro, já observei o suficiente; segundo, as pessoas já aprenderam os truques, não se mostram mais de forma tão clara e transparente; e, terceiro, é um programa muito longo. Isso sem falar que apenas estudantes e pesquisadores das areas de humanas poderiam tirar real proveito do programa. Então por que não criar outros programas, reality shows ou não, que […]

Read More

Mistério marciano de 11 anos, enfim, solucionado

Posted by on jan 23, 2015 in Artigos, Astronomia, Ciência | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Em 2 de Junho de 2003 a missão Mars Express, da Agencia Espacial Europeia, decolou do Cosmódromo de Baikonur (cidade antigamente conhecida como Leninsk), no Cazaquistão, pelo foguete Soyuz-Fregat. A missão consistia em um orbitador, chamado Mars Express, e em uma sonda que pousaria no solo marciano, chamada Beagle 2 (destinado à pesquisas exobiológicas e geoquímicas). A sonda recebeu este nome em homenagem ao navio que conduziu Charles Darwin pelos mares em expedições, que culminariam em seu livro A Origem das Espécies. O orbitador se inseriu na órbita de Marte com sucesso em 25 de Dezembro de 2003, à 1h da manhã (horário de Brasília). A sonda, por outro lado, foi lançada numa trajetória balística na direção da superfície marciana em 19 de Dezembro, às 6:31hs da manhã (sempre horário de Brasília). Ela penetrou a atmosfera na noite do dia 24 de Dezembro e seu contato era esperado às 0:45hs, portanto na primeira hora, do dia 25. Contudo… Silêncio. Comunicação alguma chegou da sonda e nada mais soube-se dela. A Beagle 2 estava perdida. A Beagle 2 foi oficialmente declarada permanentemente perdida em 6 de fevereiro de 2004. A principal hipótese para seu desaparecimento foi a dela ter sido destruída […]

Read More

Religião, fé e crente – separando as coisas

Posted by on jan 16, 2015 in Artigos, Ateísmo | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Sempre que nós, ateus, criticamos a religião e/ou a fé aparecem aqueles alegando que estaríamos “atacando os seguidores daquela fé/religião”. Então, por exemplo, se criticamos a fé cristã, logo alguém alega que estaríamos “atacando os cristãos”. Ou, se criticamos o catolicismo, alegam que estaríamos “atacando os católicos”. O que, por óbvio, não poderia estar mais distante da realidade. É necessário que todos aprendam a diferenciar as coisas – e é exatamente para explicar isso que escrevo este texto. Crentes (aqueles que têm uma fé e participam de uma religião) são pessoas. Seres humanos. Portanto têm direitos e liberdades, como qualquer um de nós. Um desses direitos é à dignidade humana, ou seja, pessoas deveriam ser tratadas como um fim em si mesmas, e não como um meio (objetos). Trocando em miúdos, toda pessoa merece respeito. Isso, em nosso país, é garantido tanto pela Constituição Federal de 1988 (Artigo 1, III) quanto pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, da qual o Brasil é signatário. “No reino dos fins, tudo tem ou um preço ou uma dignidade. Quando uma coisa tem preço, pode ser substituída por algo equivalente; por outro lado, a coisa que se acha acima de todo preço, e por […]

Read More

Terror na Cidade Luz

Posted by on jan 9, 2015 in Artigos, Ateísmo, Ativismo, Filosofia | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.5/10 (2 votes cast)

Nessa última quarta-feira, dia 7 de Janeiro de 2015, terroristas islâmicos invadiram a sede da revista francesa Charloe Hebdo e mataram, ao todo, 12 pessoas. As vítimas foram: os cartunistas Stéphane Charbonnier (Charb), Wolinski, Jean Cabu, Bernard Verlhac (Tignous) e Phillippe Honoré; o vice editor Bernard Maris; o revisor Mustapha Ourad; a psicanalista Elsa Cayat; os policiais Franck Brinsolaro e Ahmed Merabet. o funcionário da Sodexo Frédéric Boisseau; e um convidado que visitava a redação, Michel Renaud. Tudo isso, apenas para variar, motivado pela publicação de caricaturas do profeta islâmico Maomé, por parte da revista francesa. Infelizmente, esse tipo de ação, por parte de fundamentalistas islâmicos, já não é mais novidade. Não foram os primeiros cartunistas mortos ou ameaçados de morte devido a esse exato motivo. É por isso mesmo que foi criada a campanha Draw Mohammed Day (Dia de Desenhar Maomé), da qual o Livres Pensadores já participaram (como pode ser visto aqui). A questão aqui não é apenas o direito à vida, do qual ninguém discorda (ao menos em sã consciência). A questão é a liberdade de expressão e de imprensa: eles tinham o direito de publicar caricaturas que oprimem os islâmicos? Ou mesmo que oprimam cristãos, coisa […]

Read More

Condição humana e as ferramentas que criamos

Posted by on nov 21, 2014 in Artigos, Filosofia | 1 comment

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (2 votes cast)

Imagine um plano infinito. Sendo infinito, qualquer um de seus pontos é o centro, afinal há um infinito para qualquer lado que se olhe. Imagine ainda que, em uma das 360 direções possíveis, esteja “a verdade”. Verdade absoluta, verdade “verdadeira”, chame como quiser. Portanto, todas as outras 359 direções seriam falsas. Agora coloque uma pessoa com os olhos vendados num ponto qualquer do plano. Essa pessoa teria, então, que caminhar na direção do conhecimento. Mas como ela poderia fazer isso? Ela sequer enxerga e, mesmo que enxergasse, não há qualquer sinal no horizonte dizendo “aqui está a verdade”. Bem, essa é a condição humana, pura e simples. É como Platão demonstrou em sua Alegoria da Caverna, mas achei minha metáfora do plano mais simples de ser compreendida. O ser humano é um animal extremamente curioso. Ele tem o desejo de saber a verdade das coisas. Suas primeiras perguntas provavelmente foram menos específicas (como “o que causa a chuva?”) e mais profundas. Quem sou eu? O que eu sou? Como passei a existir? Alguém me colocou aqui? Onde é aqui? E assim por diante. E, por isso mesmo, passou a tentar crir formas para melhor entender o mundo, para encontrar respostas […]

Read More

Reeleição: deve deixar de existir?

Posted by on out 19, 2014 in Artigos, Ativismo | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (3 votes cast)

Desde a década de 90, quando a lei da reeleição foi criada, muitos se posicionaram contra ela. Depois, mesmo aqueles que foram mais críticos a ela no início, acabaram fazendo uso dela, então o debate esfriou. Agora, contudo, o debate voltou a aquecer, devido às declarações – contrárias à reeleição – de dois candidatos à presidência: Aécio Neves e Marina Silva. “O problema da reeleição é esse de criar uma confusão entre o uso institucional para o exercício da função e o uso dos meios e equipamentos que são do Estado para campanha. Essa é uma ambiguidade que será resolvida com o fim da reeleição.” — Marina Silva Eu, particularmente, ainda não tenho uma posição sobre o tema. Assim, vou apenas colocar aqui uma lista de prós e contras, digamos, nos quais tenho pensado. Por um lado, não vejo nada demais na reeleição de um governante (seja presidente, governador ou prefeito), quando a população, em sua maioria, acha que seu trabalho foi bom e deve continuar. Independente de sua ideologia (caso tenha uma), você deve reconhecer que este é um ponto fundamental da democracia. Da mesma forma, se o governante não tiver sido bom, que não seja reeleito e ponto […]

Read More

Das obrigações de todo ateu

Posted by on ago 27, 2014 in Artigos, Ateísmo | 2 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.1/10 (11 votes cast)

Todos sabemos o que é ser ateu, não é necessário debater isso aqui: não acreditar em deidades e ponto final. Mas será que ateísmo é só isso mesmo? Ou será que vai além disso, talvez para a busca de acumulação de conhecimentos, algum tipo de ativismo intrinseco ou mesmo algum posicionamento político? Vamos examinar um pouco esses temas, entre outros, e debater a posição que os ateus têm ou devam ter no mundo. Todos temos de concordar que a busca por acumulação de conhecimentos é algo nobre e que, sem dúvida alguma, deve ser incentivada. Mais ainda quando quem faz isso pretende dividir esse conhecimento – seja atuando como professor, cientista ou mesmo como um simples blogger ou vloger. E pouco importa a área também: ciência, filosofia, matemática, línguas, etc. Mas isso deveria ser visto como “obrigação de todo ateu”? Muitos ateus procuram, também, se envolver no ativismo de algum tipo de causa. Seja a causa do ateísmo em si, seja pela defesa dos direitos humanos, por direitos a minorias, etc. Novamente, isso tudo é ótimo. Quem tem tempo, disposição e quer fazer isso, ótimo. Estará ajudando imensamente na construção de uma sociedade melhor. Mas, ainda assim, isso deveria ser […]

Read More

Ateísmo, deus e ciência

Posted by on ago 20, 2014 in Artigos, Ateísmo | 3 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.2/10 (9 votes cast)

Ateísmo nada mais é do que a descrença em deidades, sejam elas quais forem: tidas como boas, como más, ou de qualquer religião. A questão sobre a inexistência de deidades já é uma história completamente diferente: suspeitar, ter algum nível de certeza ou mesmo crer que deidades não existam varia de ateu para ateu, assim como convicções políticas, gostos musicais, sexualidade, etc. Mesmo a diferença entre ateísmo agnóstico e/ou gnóstico não define isso, já que como o ateu explica sua posição é muito mais decisivo do que como ele se posiciona. Eu mesmo, que me declaro como ateu gnóstico, não excluo a possibilidade da existência de “deuses naturais”, como disse num outro texto: Teísmo, agnosticismo, ateísmo agnóstico e ateísmo gnóstico. Um ótimo exemplo disso é uma das mais famosas frases de  Friedrich Nietzsche: “Deus está morto”. A frase aparece em dois livros de Nietzsche, A Gaia Ciência e Assim Falou Zaratustra, e tem diversas interpretações. Para alguns, com essa frase Nietzsche quis dizer que, de fato, deus teria sido morto, seja pela humanidade, por Darwin, pela ciência, etc; para outros, o que ele quis dizer é que deus simplesmente não existe; outros, ainda acham que essa frase significa que “deus […]

Read More

Uma defesa do ceticismo na educação

Posted by on dez 18, 2013 in Artigos, Ativismo, Ceticismo | 2 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.0/10 (6 votes cast)

A palavra “disciplina” tem diversos significados: desde aqueles ligados à educação até aqueles ligados ao militarismo. A maioria desses sentidos têm, porém, se perdido com o passar do tempo em nosso país. Parece que o Brasil se apaixonou pela disciplina militar de um bom tempo pra cá – talvez desde a Guerra do Paraguai, não sei. Com a Ditadura Militar pela qual passamos, finalmente isso chegou a seu auge: a disciplina escolar se tornou militarizada. Apenas como exemplo (até porque isso não serviria de evidência, é apenas um “conto”, digamos), eu, que nasci em 1978, entrei na escola em 1985 (1º série do Primeiro Grau à época, atual Ensino Fundamental). Esse foi o ano em que o regime militar brasileiro chegou ao fim, com a eleição indireta de Tancredo Neves, e, ainda assim, enfrentei um “regime escolar” bem próximo do militar. Lembro-me que quando um professor faltava e não havia um professor que pudesse substituí-lo (coisa que aconteceu diversas vezes), éramos obrigados a ficar em nossas carteiras, virados para frente sem dar um pio. Os inspetores de alunos (também conhecidos como bedéis em algumas regiões) ficavam nos vigiando e, caso vissem um aluno apenas olhando para o lado, o tirava […]

Read More

Página 1 de 5212345...102030...Última »
ChatClick here to chat!+