Como você pode pensar isso? Credo!

Posted by on jun 18, 2013 in Artigos, Filosofia | 2 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (3 votes cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores. O tempo não deixa sobreviventes. Simples, não é? Claro que é. Mas por pensamentos simples assim é que já me disseram: “Como você pode pensar isso? Credo!” Como? Como eu posso pensar nisso? Ora, não sei. Será porque… porque… é isso que acontece o tempo todo? Não tem problema, estou acostumado. O próximo passo é ficarem me olhando como se eu fosse o responsável por esse fenômeno de rotina, como se eu tivesse descoberto a América, e ninguém soubesse de uma coisa tão óbvia. Puxei em minha memória (e achei o texto) que Galileu Galilei, em carta a uma nobre sueca que lhe oferecera asilo político, já que, na Itália, a Igreja iria condená-lo à morte, escreveu: “[…] como Sua Alteza bem sabe […] descobri nos céus muitas coisas.” Prossegue informando que tais descobertas e suas consequências incitaram contra ele professores eclesiásticos, que o acusaram de heresia “como se eu tivesse colocado essas coisas no céu com minhas próprias mãos.” É uma sensação parecida. Como se você é que estivesse fazendo a coisa toda. E não é, o que é desnecessário dizer – mas fica aí, dito, para evitar incompreensões maiores. Se […]

Read More

A revolução na anatomia

Posted by on jun 17, 2013 in Artigos, Ciência | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (2 votes cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.   Andreas Vesalius(Bruxelas, 1514 – proximidades da ilha de Zante, atual Zákhintos, Grécia ocidental, 1564) Médico anatomista de origem flamenga, seu trabalho pôs fim a uma era e deu início a outra, a era moderna da Medicina. Sua mãe era inglesa, seu pai trabalhava para o imperador Carlos V como farmacêutico da corte e vinha de uma linhagem de médicos procedente de Wesel, na Alemanha, de onde deriva seu sobrenome, em forma latinizada. Vesalius estudou na Bélgica e na França, entre mestres conservadores. Em seus estudos, ele refutou grande parte das teorias do precursor greco-romano Galeno, que eram a base do conhecimento médico da época, o que lhe causou desentendimentos com um de seus professores. Serviu como cirurgião militar no norte da Europa, mas sua sua vocação maior apontava para o estudo da anatomia, o que não era fácil num período em que certos procedimentos eram tidos como heréticos e perigosos, do ponto de vista da Igreja. Mudou-se para a Itália, que vivia ainda entre os últimos lampejos do Renascimento e onde poderia trabalhar com mais liberdade intelectual do que em outras partes da Europa – também na Itália, a dissecção de […]

Read More

Sobre a perfeição

Posted by on jun 16, 2013 in Artigos, Filosofia | 1 comment

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (2 votes cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores. Você diz que o universo é perfeito, que a natureza é perfeita. Mas você pensa nessa perfeição em relação ao quê? Para constatar se algo é ou está perfeito, é preciso conhecer também o seu equivalente imperfeito. Você precisa de uma forma geométrica “perfeita” (lembrando sempre que o critério de perfeição é uma invenção nossa) comparada a uma forma “imperfeita”, por exemplo, de linhas aleatórias, sem paralelismos, sem simetria etc. Só assim você poderá concluir que uma dessas formas é perfeita – porque existe a outra, a imperfeita. Então você pode dizer, entusiasmado: “Isto aqui ficou perfeito!” – comparando com algo que você mesmo fez antes e que não tinha saído perfeito. Você pode pensar, por exemplo, que nenhuma árvore é igual a outra, portanto que são todas imperfeitas, compostas por formas aleatórias diversas, por vezes lembrando alguma simetria, outras vezes desafiando qualquer ideia de precisão simétrica.   Se a natureza é perfeita, onde está o elemento imperfeito para que você possa confirmar essa suposta perfeição? Se o universo (outro nome para a natureza, são sinônimos, porque todo o universo é natural) é perfeito e, além disso, é tudo que existe, onde […]

Read More

Não, crentes não são burros

Posted by on jun 12, 2013 in Artigos, Ateísmo | 2 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 9.8/10 (6 votes cast)

Já vi muitos ateus dizendo que “crentes são burros”. Até entendo o porquê fazem isso. Afinal, ed alguns crentes acabam realmente passando essa impressão, case de tão fundamentalistas e dogmáticos que são. Mas, pharmacy garanto, nem sempre é o caso. O problema não é a falta de inteligência, mas sim o excesso de dogmas. Dogmas nada mais são do que ideias às quais não se tolera o debate, pois são fixas, absolutamente imutáveis. Assim, quando, num debate, o assunto pelo menos tangencia o tema de um dogma que a pessoa segue, ela trava imediatamente. Ela não se permite pensar a respeito e passa apenas a cuspir trechos bíblicos, além dos próprios dogmas. Apenas como exemplo, se o tema tem a ver com homoafetividade, tudo o que a pessoa conseguirá é cuspir trechos de Levítico (um dos livros da bíblia) ou coisas como “homossexualismo é pecado!” [sic]. Isto sem falar que o conceito de “pecado” é a pior coisa já inventada pela humanidade. “Quando a igreja inventou o pecado, inventou um instrumento de controle. Não tanto das almas, porque a igreja não importa nada com as almas. Um instrumento de controle dos corpos. Aquilo que perturba a igreja católica é o […]

Read More

O #PodPensar está de volta!

Posted by on jun 11, 2013 in Artigos, Ateísmo, Ativismo, Ceticismo, Ciência, Filosofia | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (3 votes cast)

Para quem não sabe e/ou não o conheceu, viagra order em 2011 criamos um podcast chamado PodPensar. Na época, fizemos (e publicamos, healing obviamente) quatro episódios. Depois, devido a razões que não veem ao caso, tudo, com exceção do site, foi excluído. Ou seja, voltamos à estaca zero e lá ficamos até agora. Hoje, o novo PodPensar tem diversos membros (mais do que aqueles que aparecem na página da equipe do blog), o que garante que sempre tenhamos um número mínimo de membros disponíveis para gravar o que são chamados de “episódios”. Mais que isto, mesmo que voltemos a ter problemas, não corremos um risco tão alto de ficarmos sem equipe novamente. E, apesar dessa renovação ainda ser muito recente, acho que já passamos por uma certa “prova de fogo”: já publicamos 3 episódios, recheados de conteúdo. Ao ponto de, agora, termos de passar a controlar a quantidade de itens do tema a serem debatidos, para os episódios não ficarem tão grandes: o primeiro ficou com 1 hora e 1 minuto, o segundo com 1 hora e 38 minutos e o terceiro, com 1 hora e 51 minutos (!!!). Se você ainda não assistiu a nenhum deles, aqui vão os […]

Read More

Uma Visão Cética Sobre Deus

Posted by on jun 11, 2013 in Artigos, Filosofia | 5 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.5/10 (4 votes cast)

Podemos fazer perguntas céticas sobre quaisquer tipos de assuntos, viagra não tenhamos medo de questiona-las! Na ausência de evidências, buy e quaisquer outros fatores lógicos de origem física, sale mantenho-me seguro sabendo que a realidade meça a minha sabedoria, não recorrendo a quaisquer formas sobrenaturais ou espirituais por mais maravilhosas que possam parecer, mesmo que, de uma forma apelativa e ilógica tentam dar um significado a origem da vida, e do universo. Encanto-me mais com a realidade, do que com a ficção, não preciso recorrer a uma divindade para dar um sentido filosófico e racional a minha vida, mantenho-me cético e ao mesmo tempo livre e seguro de qualquer ameaça subjugada em um livro ou não, não evidentemente suportado pelo método científico, mesmo não sendo o único método de confiabilidade, sei que ele é o mais confiável que se reconstrói de imediato quando há algum equivoco. Penso eu que, se Deus existe, ele deverá ser algo mais complexo do que a nossa própria existência. Sempre que pensamos em Deus, a primeira a ideia que vem a cabeça é que ele seja um homem barbudo, de pele branca, sentado no céu, observando cada espécie que ele supostamente criou, mas analisando ceticamente, […]

Read More

Os mais odiados do país

Posted by on jun 5, 2013 in Artigos | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (4 votes cast)

Felizmente nós vivemos em um país livre, stomach onde as pessoas podem escolher o que fazer, no que acreditar e o jeito de pensar, desde que essas coisas não afetem o direito dos outros. E cada um pode até mesmo odiar quem quiser, desde que não humilhe ou descrimine tal pessoa. E para saber quem eram os odiados e sofriam com maiores preconceitos do Brasil, o governo fez uma pesquisa com um resultado para lá de inusitado. Como foi feito Para realizar a pesquisa, feita pela Fundação Perseu Abramo, foram entrevistados pouco mais de duas mil pessoas em 150 cidades diferentes em todas as regiões do país. Apesar do número de entrevistados poder ser considerado pequeno, as entrevistas eram bem completas, com mais de 90 perguntas e normalmente ela durava mais de uma hora. A pesquisa não servia apenas para descobrir quem eram os grupos mais odiados do país, mas também a orientação sexual, relacionamentos e outros parâmetros. Mas vamos ao que interessa: Intolerância total Primeiramente foi perguntado que tipo de pessoas os entrevistado não gostavam de encontrar. Em primeiro lugar ficaram os viciados, depois os criminosos e em terceiro as pessoas mais pobres (mendigos). A coisa ficou estranha mesmo, […]

Read More

Livro orienta como se curar da Síndrome do Trauma Religioso

Posted by on jun 2, 2013 in Artigos, Ateísmo, Ciência | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

“Depois de 27 anos tentando viver uma vida perfeita, physician eu achei que tinha falhado… Eu tinha vergonha de mim durante todo o dia. Minha mente lutava contra ela mesma, health sem alívio. Em sempre acreditei em tudo que me foi ensinado, pharmacy mas ainda assim pensava que não tinha a aprovação de Deus. Eu pensava que ia morrer no Armagedom. Durante anos, eu me machucava literalmente, cortava e queimava meus braços, para me punir antes Deus o fizesse. Levei anos para me sentir curada.” Esse relato é de um paciente de Marlene Winell (na foto abaixo), americana de San Francisco que se especializou em desenvolvimento humano e estudo da família. Ela é autora do Leaving the Fold: A Guide for Former Fundamentalists and Others Leaving their Religion — livro que, como diz seu título, é um guia sobre como se livrar das consequências de religião fundamentalista.

Read More

Evolução vs. Design inteligente

Posted by on maio 29, 2013 in Artigos, Ateísmo, Ciência | 1 comment

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 9.3/10 (3 votes cast)

A Teoria da Evolução (ou simplesmente Evolução) teve seus detratores desde que foi conhecida pelo mundo, através do livro A Origem das Espécies, de Charles Darwin. Inicialmente, o que os detratores propunham como alternativa à Evolução era simplesmente o criacionismo bíblico, retratado no livro Gênesis, da bíblia. Contudo, o criacionismo não é algo científico. É simplesmente uma crença religiosa, a qual diz que o universo, como um todo (incluindo toda a vida, desde bactérias até a humanidade), foram criados por um agente sobrenatural. Deus. Mais precisamente o deus judaico-cristão. Assim sendo, o criacionismo não é capaz de explicar coisa alguma sobre as mudanças pelas quais os seres vivos passam; o motivo pelo qual certos indivíduos são imunes a determinadas doenças enquanto outros acabam padecendo; ou mesmo o motivo pelo qual determinada espécie animal tem determinada anatomia. Não consegue, também, prever coisas como extinções devidas à caça indiscriminada; consequências a médio e longo prazo de distúrbios ambientais, sejam eles o desmatamento, a aplicação de agrotóxicos, ou o aquecimento global; etc. O que é o exato o contrário da Evolução, que não só explica e prevê tudo isso, como pode prever até mesmo as possíveis cores dos olhos dos filhos de um […]

Read More

George Boole

Posted by on maio 28, 2013 in Artigos, Ciência, Curiosidades, História | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (9 votes cast)

Nascido na cidade de Lincoln, thumb Inglaterra, em 02 de Novembro de 1815, George Simon Boole foi o matemático e filósofo criador da Álgebra de Boole (ou Álgebra Booleana), fundamental para o desenvolvimento da informática e da eletrônica digital. George Boole veio de família humilde. Seu pai era sapateiro e não tinha condições financeiras de dar-lhe bons estudos, mas George Boole era determinado em seus estudos e superou essa dificuldade. Estudou na escola primária de Lincoln durante sua infância. Inicialmente, George Boole se interessou pelo estudo de línguas e começou a fazer aulas de latim com um comerciante de livros, que ensinou-lhe a gramática básica. Continuou estudando latim sozinho e aos doze anos ele já traduzia poemas líricos do latim para o inglês. O primeiro poema lírico que traduziu, do poeta Horácio, foi publicado em um jornal local, despertando tanto elogios quanto críticas. Entre os críticos, estava um professor de línguas que duvidava de que um jovem de apenas doze anos seria capaz de realizar uma tradução lírica. Isso serviu de incentivo para George Boole melhorar seu domínio sobre o latim e aprender o idioma grego. Seus estudos no campo da matemática começaram ainda na infância, tendo aulas com seu […]

Read More

Quem te representa no movimento ateu?

Posted by on maio 22, 2013 in Artigos, Ateísmo | 3 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.7/10 (7 votes cast)

O movimento ateu brasileiro é extremamente fragmentado. Isto acontece também lá fora, information pills mas acho que aqui é ainda mais. Nos EUA, buy por exemplo, podemos citar 4 correntes: neo ateus, aqueles que fazem críticas diretas à religião; ateus 2.0, aqueles que se focam em defender direitos individuais, como dos LGBTs, entre outros; ateus anti neo ateus, aqueles que se concentram apenas em atacar neo ateus; e, finalmente, ateus “comuns”, digamos, que são os não ativistas. Já no Brasil temos uma miríade de tendências, algumas delas baseadas no que se faz lá fora, mas a maioria mistas, digamos. É quase como se cada ateu tivesse sua própria posição sobre assuntos diferentes. Em outras palavras, é menos polarizado e mais pulverizado. Se há uma polarização maior, isto acontece apenas em relação às diferentes organizações ateístas. Essa polarização é secundária, mas gera uma briga interminável em fóruns pela internet (o que inclui comunidades do Orkut, grupos do Facebook, etc). Já vi muita gente escrevendo e até dizendo (em vídeos, por exemplo), que “a organização X não me representa”, sendo que a organização, no caso, varia: ATEA, LiHS, Sociedade Racionalista, Organização Livres Pensadores, Universo Racionalista, NASP, etc. Mesmo sendo que algumas dessas […]

Read More

Diâmetro angular do Sol e da Lua, a alegada coincidência… “hoje”

Posted by on maio 16, 2013 in Artigos, Astronomia, Ciência | 3 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 6.8/10 (12 votes cast)

Na Astronomia e Geometria, sildenafil diâmetro angular de um objeto é o diâmetro aparente do objeto a um certa distância medido em uma medida de ângulo. Especificamente na Astronomia o diâmetro angular é usado para medir o tamanho de objetos no céu, site como vistos da Terra. Pelo conhecimento de sua distância a partir da Terra, ask com seu diâmetro angular é possível então calcular o seu tamanho real.   www.astronomynotes.com     Recomendamos:   Diâmetro angular – Wikipédia {pt} Angular diameter – Use in Astronomy – Wikipedia {en}     Agora um interessante gráfico com comparações de diâmetros angulares, incluindo os máximos e mínimos da Lua e do Sol, que pode servir de ferramenta até para se ter o diâmetro angular sem necessitar-se de uma medição “no céu”.     Comparação de diâmetro angular do Sol, da Lua e dos planetas. Para se ter uma verdadeira representação dos tamanhos, deve-se ver a imagem a uma distância de 102,6 [= 1 / tan (33.5/60 * pi/180)] vezes a largura do maior círculo (Lua, Moon: max.). Por exemplo, se este círculo é de 10 cm de largura em seu monitor, deve-se vê-lo de 10,26 m. Ref.: m.teachastronomy.com   No caso da […]

Read More

Detalhes esquecidos em Oblivion

Posted by on maio 16, 2013 in Artigos, Astronomia, Ciência, Curiosidades | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Não posso ainda, pills pelo desagradável que é tornar-se um spoiler, unhealthy de tratar algumas coisas de Oblivion (2013, store IMDB, Wiki). Já nos primeiros minutos de filme ficamos sabendo que uma civilização alienígena atacou a Terra inicialmente explodindo a Lua, e com isso causando tsunamis colossais que arrasaram nossa civilização. O problema é que o que causariam os tsunamis seriam marés, e estas realmente são causadas pela Lua (e não somente por ela, pois o Sol também tem uma pequena influência), mas não por ela estar íntegra ou em pedaços, mas sim pela sua massa total, seja em que agregação for. O que interessa predominantemente, portanto, é a posição do centro de massa da Lua em relação à Terra. Noutras palavras, a distância deste, mais uma certa contribuição da distribuição das massas dos pedaços – se a Lua fosse feita em pedaços – em relação às massas de águas na Terra. Primeiramente, trataremos da distância do centro de massa da Lua e como ele pode, mesmo com a explosão desta, ficar no mesmo lugar em que está. Primeiramente, façamos um modelo simplificadíssimo da Lua, como um disco, evidentemente plano, que parta-se em “fatias” com a explosão. A seguir, separemos […]

Read More

O que está por trás da religião

Posted by on maio 15, 2013 in Artigos, Ateísmo | 3 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.5/10 (8 votes cast)

Para o teísta a religião tem tudo a ver com deus e somente isto: tudo, cheap desde o modo de vida até as ideias pregadas, passando pelos dogmas e tudo mais relacionado seria “a vontade de deus”. Mas, como descreverei abaixo, isto não poderia estar mais errado. É verdade, os mais poderosos das religiões (principalmente das neo pentecostais) só têm três interesses: dinheiro, poder e sexo. (Sim, sexo). Mas não é disto o que falo, até porque este é um fenômeno recente. Falo do que realmente está por trás da religião desde os primórdios e o que motivou sua criação. A palavra “religião” vem da palavra latina religionem, substantivo do verbo “religare”. Religare significa, basicamente, voltar a se ligar com o todo: seja com deus, no caso dos teístas, seja com o universo, no caso dos panteístas e alguns ateus, etc. Assim, uma religião nada mais é do que uma forma de tentar “voltar” a se ligar a esse conceito (que é abstrato), chamado “deus”. A pergunta que surge em seguida é: tá, se “re ligar”, mas como? Simples, através de rituais. Tudo nas religiões é um ritual. As orações, os gestuais (o sinal da cruz, por exemplo), as roupas […]

Read More

Ideologias

Posted by on maio 8, 2013 in Artigos, Crônicas, Filosofia | 3 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 7.4/10 (8 votes cast)

Existem ideologias de todos os tipos: religiosas, discount políticas e até mesmo de “estilo de vida”. Elas prometem, health basicamente, order um “mundo perfeito” naquilo a que se aplicam: seja na salvação; seja na igualdade de direitos, liberdades e/ou econômica; seja na ideia de uma vida equilibrada e sadia. Contudo, quando comparadas à realidade e analisadas friamente, a gigantesca parte dessas ideologias (senão todas) se mostra ineficaz, ingênua ou mesmo deletéria ao ser humano. Seres humanos são bons e maus em si mesmos. Não no geral, mas em cada indivíduo. O humano nada mais é do que um macaco sujo, pelado e imbecil que se acha a última bolacha do pacote, mas que é incoerente, insensato, imaturo, idiota. Nada mais, nada menos. E as ideologias simplesmente ignoram tudo isso. Ignoram que cada indivíduo pensa e age de formas completamente diferentes. Somos, basicamente, um universo em forma de seres humanos. Não existe o que chamam de “cultura de um povo”, pois há visões e comportamentos diversos entre tal povo. O que existe, sim, é a “cultura média”, isto é, aquilo que é comum à maioria dos indivíduos do povo. No caso da ideologia comunista/socialista, por exemplo, o ser humano é visto […]

Read More

Página 10 de 52« Primeira...89101112...203040...Última »
ChatClick here to chat!+