O pastor e suas ovelhas

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (4 votes cast)

Eu não deveria me espantar, order mesmo assim muito me espanta a quantidade de pessoas que estão dizendo que “o pastor Silas Malafaia calou a boca daquela loira burra da Gabi.”. Eu duvido que as pessoas que estão dizendo isso tenham se dado ao trabalho de verificar a veracidade das afirmações do Malafaia. Duvido que sequer metade dessas pessoas tenha assistido o vídeo do biólogo, e mestre em genética, Eli Vieira em que ele enumera, e derruba, as afirmações errôneas do Malafaia sobre genética. Quem não assistiu o vídeo, clique aqui. (PS: Não gosto nem um pouco do trabalho do Eli Vieira como editor do Bule Voador, mas neste assunto específico a opinião dele é totalmente relevante, visto o fato de ele ser especialista no assunto).

Quando Silas Malafaia disse que “Nenhuma verdade científica da bíblia foi até hoje derrubada”, muitas pessoas o aplaudiram e concordaram com ele, mesmo sem saber quais são as “verdades científicas” da bíblia. Estas pessoas, mesmo sem saber, concordaram que o morcego é uma ave, que o coelho e a lebre são ruminantes, que Sol gira em órbita da Terra, que o firmamento é sólido, que as árvores já existiam antes do Sol, que a espécie humana tem a mesma idade da Terra e que existem serpentes e jumentas falantes. Verdadeiras estas “verdades” não é?

Silas Malafaia também disse que a evolução é uma teoria por que nunca pôde ser observada. Então, primeiramente, uma teoria científica é um conjunto de estudos, suportados por evidências, que explica um determinado fato ou fenômeno. Ou seja, se a evolução é uma teoria científica é por que ela já foi observada e estudada, além de termos evidências e/ou provas da evolução, norteando seus estudos. Quanto ao “fato” de evolução nunca ter sido observada, sem comentários. Já pudemos observar vírus e bactérias em pleno processo de evolução, sequência de fósseis comprovando a evolução de diversas espécies, evidências claras em espécies contemporâneas (como o ornitorrinco) e, recentemente, a descoberta de que as presas de marfim de alguns elefantes africanos pararam de crescer, permanecendo do mesmo tamanho de quando eram filhotes, mesmo após atingirem a idade adulta (uma clara defesa contra os caçadores que matam elefantes para tirar suas presas).

O grande problema não são os absurdos ditos pelo Sr. Malafaia, mas sim o fato de que suas afirmações esdrúxulas são amplamente aceitas como verdade absoluta. Os fiéis de sua igreja deixam que Silas Malafaia pense por eles e uma pessoa que não pensa por si mesma, definitivamente não pensa. E para estas cabeças não pensantes, apesar de afirmarem acreditar em Jesus e na bíblia, elas acreditam é em Malafaia e suas palavras sem jamais questionar… o que está na bíblia e, supostamente foi dito por Jesus, é totalmente irrelevante. Para estas pessoas, o que Malafaia fala é o que vale e, nos raros casos em que um destes fiéis comece a pensar por si mesmo e comece a questionar, logo vem o pastor Malafaia, ou um de seus subordinados, e condena aquele fiel com palavras pesadas, alegando que são “instruções divinas” e assim acaba proibindo o fiel de pensar.

Não advogo que as pessoas abandonem sua fé, apenas que leiam suas bíblias, façam pesquisas sobre o que não entendem e sobre o que acharem que não faz sentido, busquem conhecimento, pensem com a própria cabeça e, só então, tirem suas próprias conclusões, em vez de serem ovelhas de um pastor que, obviamente, não merece consideração da parte dos fiéis de sua igreja.

O pastor e suas ovelhas, 10.0 out of 10 based on 4 ratings

Autor(es):

Daniel

Sou desenvolvedor de softwares, ateu, cético, gamer, fã de Star Wars, mochileiro das galáxias, lutador de Hapkido, jogador e mestre de D&D. Converso sozinho e disfarço quando as pessoas percebem, defendo tudo aquilo que acredito estar certo, critico tudo aquilo que acredito estar errado, acredito que um mundo melhor é possível se cada um fizer a sua parte e observo o mundo ao meu redor para melhor entendê-lo, sempre em busca de novos e eternos aprendizados.

Todas as postagens do(a) autor(a)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

ChatClick here to chat!+