O que você precisa saber sobre a pesquisa com óvulos fecundados

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 8.0/10 (1 vote cast)

918021

O Instituto Francis Crick, no Reino Unido, ganhou uma licença para começar uma pesquisa utilizando a técnica de edição gênica CRISPR-CAS 9 e óvulos humanos fecundados. A pesquisa visa estudar o DNA dos óvulos nos primeiros sete dias de gestação para melhorar as técnicas de fertilização in vitro. Alvo de notícias sensacionalistas, a pesquisa não será nenhum bicho de sete cabeças e ainda precisa de uma autorização ética para começar. Saiba mais sobre porque não devemos nos preocupar com essa pesquisa clicando aqui. 

Apesar dos pesares

O diretor-científico do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, Dr. João Valsecchi, contou que ‘apesar das dificuldades, é possível fazer ciência na Amazônia’. Estas dificuldades, além da falta de verba o suficiente, são logísticas. Para baratear ainda mais os custos, o instituto tem levado internet para as áreas mais remotas da Amazônia, otimizando bancos de dados. O pesquisador deu uma entrevista, que você pode ler clicando aqui. 

Floresta queimada

A região amazônica está sendo castigada, desde o ano passado, por um violento El Niño. O fenômeno vem causando grandes ondas de calor e aumentando o número de queimadas na floresta. Segundo o satélite do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o mês de janeiro desse ano foi o maior mês com focos de queimada desde 1999.

Floresta regenerada

Um estudo publicado na Nature fala sobre as florestas regeneradas (ou florestas secundárias) e desmitificação sobre serem pobres em biodiversidade e jamais tão ricas quanto a primária. O estudo fala que essas matas recuperadas são grandes esponjas de carbono: elas sequestram 11 vezes mais carbono do que uma mata virgem na Amazônia. Além disso, levam apenas 66 anos para repor 90% da biomassa que possuíam antes do desmatamento.

Fungos para doenças cardiovasculares

A pesquisadora Ormezinda Fernandes, do Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), desenvolveu um estudo que visa fazer uma triagem para selecionar fungos e bactérias capazes de desfazer coágulos sanguíneos formados durante as doenças cardiovasculares como a trombose. Os fungos e bactérias foram coletados a partir de substratos amazônicos como solo, água e ar.

Desastres ambientais

Uma ação conjunta entre o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal e Nível Superior (Capes), Agência Nacional de Águas (ANA), Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fepemig) e Fundação de Maparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes) vai lançar um edital, no valor de R$ 12 milhões, para custear pesquisas sobre desastres ambientais. O intuito é entender melhor e desenvolver métodos para prevenir desastres como o ocorrido em Mariana, no ano passado.

 

Yara Laiz Souza, acadêmica de Ciências Biológicas da UEA, manauara. Ex-aluna do IFAM/CMDI, ex-pesquisadora de PIBIC. Escreve sobre ciências para o Amazonas Atual, para a organização Livres Pensadores, para o Núcleo de Pesquisas de Ciências – NUPESC, para o site Ciência e Astronomia e para o site  Universo Racionalista.

Participe da coluna: mandesuapautaprayara@gmail.com

Sigam-nos nas redes sociais:  Facebook e Instagram

 

O que você precisa saber sobre a pesquisa com óvulos fecundados, 8.0 out of 10 based on 1 rating

Autor(es):

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

ChatClick here to chat!+