SILENCIO

Posted by on jan 24, 2015 in Artigos, Leitores, Poesias | 0 comments

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores. Repousas no horizonte além. É primavera amor! Traga-me com paixão! Como lago manso, aparente. Teu ser, turbilhão e ardor!   Cega, embriagada, devastada. Percorro com ânsias teus caminhos, Na caricia de teu olhar em mim!   Sou um sem jardim sem flores. Sem teu calor, teu néctar, teus beijos. O vazio dos dias e das noites desertas Na esperança de ti, no meu alvorecer.   Sopra a brisa das nuvens silenciosas. Ouve-se o eco de suspiros infindos… Vem a noite morna, preguiçosa. As estrelas cintilantes testemunham Teu silencio nas minhas noites tuas.   Tania R.P.Fernandes Artigo submetido por um leitor do Livres Pensadores.

Read More

ChatClick here to chat!+